Educação

Foto: Divulgação

A estudante tocantinense Grazielle Felipe Lima, 17 anos, retornou do intercâmbio educacional e cultural de três semanas nos Estados Unidos. Ela concluiu o ensino médio no Centro de Ensino Médio (CEM) de Gurupi, a 230 Km de Palmas, na região Sul do Estado, e participou do programa Jovens Embaixadores. “Voltei com a bagagem cheia de conhecimentos” disse a estudante.

Cerca de 11,5 mil estudantes do ensino médio da rede pública de todos os estados brasileiros participaram do processo seletivo nesta edição. Do Tocantins, foram pré-selecionados mais três alunos, mas Grazielle foi a única escolhida.

A estudante chegou ao Tocantins nesta semana e disse que a viagem propiciou muitos conhecimentos em diversas áreas. No decorrer do intercâmbio, participou de palestras, workshops, interagiu com outros jovens e criou um grupo para divulgar o programa Jovem Embaixador para estudantes em todo o Brasil, que segundo ela contará com o apoio da Embaixada. “Experiência maravilhosa, voltei com a mente mais aberta”, disse.

Grazielle realiza trabalho voluntário e fala inglês fluentemente, um dos requisitos  que contribuiu para ser selecionada como Embaixadora do Tocantins na edição de 2014. Ela conta que pretende continuar com o trabalho voluntário que realiza em Gurupi, com apresentação teatral em instituições públicas e aulas de inglês.

O Programa

De acordo com a diretora de programas educacionais especiais da Secretaria Estadual da Educação e Cultura (Seduc), Sandra Franklin, a seleção de estudantes tocantinenses neste programa  representa avanços na educação do Tocantins. “A participação dos estudantes é um indicador de resultados dentro da sala de aula, resultado do fortalecimento da formação continuada para professores”, destacou a diretora.

O programa Jovens Embaixadores foi criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Desde sua primeira edição já participaram cerca de 330 estudantes da rede pública de todo o Brasil. Do Tocantins, dez jovens já representaram o Estado como embaixadores.