Campo

Foto: Divulgação

O Tocantins alcançou mais uma marca histórica no controle da brucelose, segundo aponta o relatório da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), divulgado nesta segunda-feira, 10. Foram vacinadas contra a brucelose, no segundo semestre de 2013, um total de 91,69% do rebanho de fêmeas bovídeas entre três e oito meses, o que equivale a um número de 318.570 animais vacinadas. Este índice é um novo recorde, e supera a marca do primeiro semestre que foi de 91,45%

Segundo a presidente da Adapec, Marcelo Aguiar Inocente, o crescimento na cobertura vacinal contra a brucelose no Estado mostra o compromisso do governo em manter o status sanitário do Tocantins, possibilitando o crescimento da cadeia produtiva da pecuária. “Este novo recorde na cobertura vacinal da brucelose, representa o esforço do governo, por meio da Adapec em dar cada vez mais, qualidade aos nossos produtos e permitir que o Tocantins possa continuar sendo um grande exportador de carne,” disse Marcelo Aguiar.

A vacinação contra a brucelose é feita em dois períodos do ano, sendo, de 1º de janeiro a 30 de junho e de 1º de julho a 31 de dezembro e de acordo com coordenadora de Sanidade Animal da Adapec, Keyte Moreira Pimentel Alves, os proprietários que deixaram de vacinar o rebanho com a vacina B19, serão notificados e deverão vacinar os mesmo, com a vacina RB51, que permite que os animais com idade superior a oito meses sejam vacinados.

“Aqueles que não cumpriram os prazos serão multados em R$ 5,32 por animal não vacinada, terão suas fichas cadastrais bloqueadas e ainda deverão fazer a vacinação dessas fêmeas com vacina a RB51 e apresentar declaração junto a Adapec,” explicou Keyte Moreira.

É importante ressaltar que para realizar a vacinação com a vacina RB51, o produtor rural tem que pegar uma autorização em um dos escritórios da Adapec no município onde possuir ficha cadastral, e em seguida procurar um médico veterinário cadastrado no Programa Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PECEBT) para que ele emita o receituário de aquisição da vacina. Estão autorizados a realizar a vacinação contra a brucelose seja a B19 ou a RB51, os médicos veterinários e/ou seus auxiliares devidamente cadastrados na Adapec. (Adapec-TO)