Palmas

Foto: Divulgação

Servidores municipais, articulados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (SISEMP), organizaram-se no quarto ato do movimento “Equiparação Já!”, na manhã desta sexta-feira, 21, na Unidade de Pronto Atendimento Sul, no Aurenny II.

 Desta vez, a categoria articulou uma panfletagem para os pacientes, familiares e os próprios servidores das instalações na unidade, com o intuito de justificá-los a respeito da realização daquele ato. No panfleto constavam os atuais vencimentos e apontava as diferenças evidentes entre as carreiras, as quais resultando em uma insatisfação generalizada.

 As diferenças de vencimentos são consideráveis, a saber: o nível fundamental o valor é de R$ 48,38 e para o nível médio este valor chega a R$ 144,76. Em relação aos motoristas, a diferença é de R$ 157,14 e para o nível superior é de R$ 845,87.

 Os vencimentos do nível superior da Saúde equivalem a R$ 2.241,97, diferentemente, do que ocorre com os Quadros Geral e Educação que recebem R$ 3.087,84. No nível fundamental, os vencimentos do Quadro Geral e Saúde é de R$ 701,73, enquanto a Educação é de R$ 750,11. No nível médio, o Quadro Geral e Saúde contam com R$ 823,31, em relação a R$ 968,07 para a Educação. 

 Retrospectiva

No final do mês de janeiro, a categoria municipal criou o movimento denominado “Equiparação Já!” pelo qual demonstram a necessidade urgente de uma proposta de reestruturação remuneratória.

Em menos de uma semana, os servidores realizaram a primeira mobilização na Câmara Municipal de Palmas. Através de palavras de ordem, faixas, camisetas do movimento até um bolo (usado como símbolo da igualdade dos vencimentos), os servidores e a entidade sindical conseguiram expor ao Poder Legislativo da Municipalidade, a indignação que cresce à medida que se percebe que a situação não é tratada como prioridade pela gestão.

No dia 17 de fevereiro, o secretariado das pastas de Planejamento e Gestão e também de Governo e Relações Institucionais abriram o diálogo, mas, pediram prazos para que seja elaborado um estudo detalhado sobre os valores da equiparação e os seus respectivos impactos na folha da Administração Municipal.

Por: Redação

Tags: Aurenny II, Sisemp, UPA Sul