Esporte

Foto: Antonio Gonçalves

Com previsão de realização em junho de 2015, a I Edição dos Jogos Mundiais Indígenas pode acontecer em Palmas. Na ultima segunda-feira, 24, o prefeito Carlos Amastha e o presidente da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes) receberam as representantes do Ministério do Esporte, Andrea Nascimento e Maristela Valadares, e do Comitê Intertribal, Carlos Terena.

Pela manhã, o prefeito Amastha ofereceu um café da manhã aos visitantes na sede da Diretoria de Meio Ambiente. Entre os convidados estavam gestores municipais, e representantes do Governo do Estado, Universidade Federal do Tocantins e atletas indígenas. Na ocasião, o prefeito destacou o empenho do paço municipal em colaborar na realização dos jogos.

“Além de termos uma maravilhosa localização, mobilidade, o nosso lago, temos uma coisa muito importante, que é a vontade de fazer. Para isso, contem conosco”, reforçou.

A diretora do Ministério do Esportes, Andrea Ewerton, fez uma apresentação detalhando a programação dos Jogos e explicando as obrigações da cidade sede, e em seguida, entregou o modelo do projeto e a lista de exigências ao prefeito.

“A cidade é muito bonita, e nós vimos muito boa vontade por parte do poder público municipal em realizar. É importante que eles tenham estado em Cuiabá no ano passado (na edição dos Jogos Nacionais) demonstrando o interesse. Isso nos deixa muito felizes. Vamos aguardar”, pontuou.

Após o café da manhã, a comitiva visitou a Escola de Tempo Integral Pe. Josimo, o Centro de Convenções, o Parque Cesamar, o Espaço Cultural, a praia da Graciosa e das Arnos, além do braço do Ribeirão Taquaruçu, onde está prevista a instalação da Raia Olímpica de Canoagem. O prefeito Carlos Amastha falou sobre as obras de reforma que estão sendo realizadas nos diversos pontos da cidade.

Para o presidente da Fundesportes, ten. Cleyton Alen, Palmas tem grandes chances de conseguir sediar o evento. “Nossa cidade tem vários pontos positivos, e nós deixamos bem claro o nosso interesse em sediar os Jogos. Estive em Cuiabá nos Jogos Nacionais ano passado e vi tudo bem de perto. Vamos fazer um projeto viável e colocar Palmas na reta do esporte Mundial através dos Jogos Indígenas”, destacou.

Após a visita, a Prefeitura de Palmas tem até o dia 7 de abril para enviar o projeto ao Ministério do Esporte. A capital tocantinense concorre com Belém e Marabá, ambas no Pará. O resultado deve ser divulgado em 19 de abril e o lançamento oficial dos jogos deve acontecer em agosto deste ano. (Secom Palmas)