Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Marcelo Lelis, presidente estadual do PV, criticou a postura do Governo do Estado, que usou sua base de apoio na Assembleia Legislativa do Tocantins para aprovar o projeto de lei 3/2013 que oferece auxílio moradia para membros do Judiciário e está se negando a atender as reivindicações feitas pelos trabalhadores da educação do Tocantins.

"Quando falamos em mudança, estamos nos referindo à mudança de pensar e agir de um Governo. O Estado não pode dar privilégios a um Poder e se negar a atender reivindicações legítimas dos professores. Isso é uma incoerência e um desrespeito a uma das mais importantes categorias de trabalhadores. Essas ações só reforçam o nosso compromisso de promover a mudança no Tocantins", defende Marcelo Lelis.

O deputado foi relator do projeto e deu parecer contrário à aprovação do auxílio moradia para o Judiciário. "Falta gestão no Governo. Entendo que o Estado precisa ter coerência em suas ações. O Governo está incentivando o confronto e isso é muito ruim e não podemos ficar calados. O Governo privilegiou o Judiciário e se negou a ouvir o apelo dos professores. A falta de bom senso e de respeito do Governo está nas duas ações", argumentou Marcelo Lelis.

As declarações do presidente do PV foram feitas durante reunião de trabalho na cidade de Pau D'Arco, durante a quarta edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, que neste final de semana visita a região de Colinas.

 Na quinta-feira (27), a comitiva do PV visitou os municípios de Presidente Kennedy, Brasilândia, Nova Olinda e Bandeirantes. Nesta sexta-feira (28), o Movimento por uma Alternativa de Mudança visita as cidades de Pau D'Arco, Arapoema e Bernardo Sayão. A quarta etapa do Movimento termina neste sábado (29), com uma grande reunião de trabalho na Câmara de Vereadores de Colinas, às 9 horas.

"O PV está ouvindo o povo para construir um projeto de desenvolvimento com o jeito da nossa gente, o DNA do nosso povo, para que possamos promover as mudanças que nosso Estado precisa", disse o vice-presidente do PV do Tocantins, deputado Freire Junior.

O presidente do PV de Palmas, vereador Joaquim Maia, convidou a todos para participar do movimento. "A mudança está nas mãos de cada homem e mulher do nosso Estado. Todos nós somos responsáveis pelas mudanças que o Tocantins precisa", disse Maia.