Estado

Servidores do Quadro Auxiliar da Defensoria Pública do Tocantins realizam nesta terça-feira, 1º de Abril, uma série de atividades para marcar o dia “D” do movimento grevista.

A mobilização iniciou na porta da Defensoria Pública, com servidores vindos das unidades do interior e também da capital, e em seguida dirige-se para a Assembleia Legislativa para articular com os parlamentares apoio à greve. 

Desde o último dia 24 de março de 2014, os Servidores do Quadro Auxiliar da Defensoria Pública do Tocantins estão em greve, buscando valorização e melhores condições de trabalho, entre elas, o envio de Projeto de Lei à Assembleia Legislativa que estabelece realinhamento vencimental, ou seja, melhoria nos salários.

Por não ter iniciativa de Lei, em fevereiro deste ano a Defensoria Pública do Tocantins encaminhou ao governo do Estado uma sugestão de Projeto de Lei para a melhoria vencimental, além disso, foi feito um estudo de impacto orçamentário, onde demonstra que a instituição tem condições de arcar com as novas despesas, que só começa a vigorar a partir de janeiro de 2015.

Apesar dos recursos para o pagamento já estarem alocados e disponíveis no Orçamento da Defensoria Pública, tal pagamento só poderá acontecer, se o governo do Estado enviar para Assembleia Legislativa o Projeto de Lei para aprovação.

Dessa forma, os servidores estão em greve por tempo indeterminado, e neste dia “D”, a intenção é sensibilizar as autoridades sobre as necessidades e demandas da categoria.

Por: Redação

Tags: Defensoria Pública, Greve