Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu em Guaraí/TO, no Km 329 da BR 153, durante fiscalização de rotina, o veículo Volvo FH 440 e dois semirreboques, placas de São Paulo, conduzido por E. G. F, 41anos, que saiu de Dourados/MS com destino a Santa Isabel/PA. O condutor apresentou Nota Fiscal de 36.340 kgs de Milho a granel.

Ao conferir a carga, os agentes da PRF constataram que os dois semirreboques estavam completamente lotadas de caixas de cigarros. A carga, estimada em aproximadamente 1000 caixas de cigarros, são das marcas Record e R7, correspondente a 500 mil carteiras. O carregamento, pelo valor de mercado, está avaliado em mais de 1 milhão de reais.

Esta é a maior apreensão de cigarros feita pela PRF no Tocantins e possivelmente seja a maior já ocorrida no Estado. O motorista informou que foi contratado para conduzir o bitrem carregado de milho de Dourados/MS para Santa Isabel/PA.

A PRF solicitou apoio da Polícia Federal para recebimento da ocorrência em Guaraí, uma vez que não dispunha de policiais para efetuar a escolta até a capital Palmas/TO, sendo informado da impossibilidade de fazê-lo por questões de logística e também de pessoal. Em seguida foi solicitado o apoio da Polícia Civil em Guaraí para receber a ocorrência, havendo a sinalização positiva, porém logo após a recusa por instância superior sob a justificativa de ser a ocorrência de competência da Polícia Federal.

Segundo a PRF, seus agentes, cumprindo normativas legais quanto utilização das algemas apenas em casos extremos e, primando pela garantia dos direitos do cidadão para evitar uma ação de abuso de autoridade, por não ter um local apropriado para manter o detido durante toda a noite e por não ter sido levantado até aquele momento nenhum registro anterior de prática de ilícito pelo condutor,  autorizaram o seu pernoite na boleia do seu caminhão, mas na manhã seguinte constatou-se a fuga do motorista.

A Ocorrência será apresentada nesta segunda-feira, 7, à Polícia Federal e Receita Federal em Palmas.