Polí­tica

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha se encontrou na tarde desta terça-feira, 22, com o governador interino, Sandoval Cardoso onde teve a primeira audiência com o novo gestor do Executivo Estadual. Após uma relação de desgaste com o governo anterior, Amastha avaliou ao Conexão Tocantins que o encontro foi proveitoso e teve vários encaminhamentos que terão seguimentos através da parceria entre Estado e prefeitura.

Amastha contou que Sandoval pretende anunciar durante a Agrotins as obras de extensão da Avenida Teotônio Segurado até a entrada do Centro Agrotecnológico passando pelo Taquari. “Esse é um sonho antigo que tenho de juntar o Taquari a Taquaralto”, frisou. Sandoval prometeu ainda destinar R$ 10 mi para obras de pavimentação na capital.

“Saí animado e confiante pelo perfil da pessoa,pela energia até pela origem dele porque ele também é da área empresarial”, frisou. A próxima reunião entre Estado e município será para discutir uma agenda conjunta na área da Segurança Pública. Amastha reiterou que discutiu apenas questões institucionais com Sandoval.

Relação com Katia

Após divulgação de um encontro em comum com a senadora Katia Abreu no Ministério dos Esportes na semana passada começou a ser cogitada uma possível aproximação entre os dois mas Amastha negou tal cogitação. Ele continua dizendo que antes de qualquer coisa é preciso que a senadora peça perdão publicamente por acusações que fez contra ele há vários anos atrás.

Amastha que é coordenador político da terceira via, disse ainda que o grupo está com várias articulações internas e que deve se reunir em breve. “ O que percebo é que nosso candidato está animado e trabalhando bastante”, frisou se referindo ao pré-candidato de seu partido, o empresário Roberto Pires.

Contra Vereador

Mas se o relacionamento institucional com o governo estadual foi retomado na Câmara de Palmas o prefeito tem sido alvo de acusações por parte do vereador da oposição, Junior Geo que o acusou inclusive de ter feito acordo com empresas da área de transporte coletivo para aumentar a tarifa.

O prefeito confirmou ao Conexão Tocantins que pretende tomar providências jurídicas como cidadão contra as declarações do vereador. “ A imunidade parlamentar  permite muita coisa mas respeito e quero ser respeitado, tudo o que construí foi minha credibilidade”, disse.