Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Dando continuidade as ações de combate ao tráfico de drogas, determinadas pelo Secretário da Segurança Pública e pela Chefia da Polícia Civil, a Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) deflagrou, na manhã deste último sábado, 26, a Operação Cerberus, no município de Porto Nacional.

Na oportunidade, foram cumpridos cinco mandados de prisão e três de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Criminal de Palmas, em desfavor de Raimundo N. B., 52 anos, Rômulo T. G. A., 21 anos, Luciana L. P., 33 anos, Tassia T. R. C.19, anos e Jurimar P. dos S., que atuavam na venda e distribuição de drogas em Porto Nacional e cidades vizinhas.

De acordo com o Delegado, Dr. Carlos Miguel Manso, o acusado Raimundo, vulgo “Barão” era o líder desta organização e estava sendo monitorado há aproximadamente três meses, devido a fortes indícios levantados por meio de investigações feitas pelos agentes da Denarc, que apontavam que ele seria um grande fornecedor de drogas da cidade de Porto Nacional e municípios circunvizinhos.

Os acusados passaram a ser monitorados após denuncia anônima. O trabalho policial para prender os investigados teve início na madrugada de sábado, quando os Policiais  da Especializada começaram a monitorar-los nas imediações do bairro Alto da Colina, em Porto Nacional.

Com os investigados foram aprendidos aproximadamente 01 (um) quilo de Crack, quase R$ 2.500,00 (Dois Mil e Quinhentos Reais), em dinheiro, balança de precisão, celulares, tablets, joias e dois veículos sendo 01 (um) gol, e 01 (um) Siena.

Conforme o Delegado, o trabalho de inteligência que vem sendo desenvolvido pela Denarc, tem como objetivo desarticular os grandes fornecedores de substâncias entorpecentes que atuam em Palmas e cidades limítrofes trazendo assim mais tranquilidade para a sociedade tocantinense. (Ascom SSP)