Polí­tica

O petista Paulo Mourão continuou na linha de críticas com relação ao governo em sua fala. “O Estado vive Políticas antidemocráticas que comprometem o estado de direito com renuncias sem nenhuma explicação lógica sem dizer na gravidade que o Estado se encontra”, disse Mourão que foi o penúltimo a falar.

Segundo ele, o Estado está pedindo socorro. Mourão citou o ex-secretário Eduardo Siqueira que foi presidente do Conselho de Administração do Igeprev, onde há várias suspeitas de desvios e hoje integra o Conselho de Administração da Mineratins. “O que vimos é uma corrupção desenfreada. No Igeprev o rombo foi de mais de R$ 500 milhões. E agora o que era presidente do Conselho Administrativo do Igeprev, senhor Eduardo Siqueira Campos é o presidente do Conselho Administrativo da Mineratins, com uma manobra para privatizar a Mineratins”, disparou. Segundo Mourão uma empresa de Brasília foi contratada e já está realizando um estudo de edital para parceria público-privada a fim de privatizar a Mineratins. “Querem privatizar as nossas riquezas naturais”, avisou. Segundo Mourão, é preciso mudar os rumos do Estado.

Sandoval Cardoso foi o último a falar quando citou indicadores o Estado, disse que o Tocantins é um dos Estados que mais investe em Saúde. Segundo ele, serão investidos mais de R$ 700 milhões em várias áreas. Ele contou sua trajetória política e pediu o voto aos deputados. “O que tenho de novo é meu jeito de caminhar”, encerrou sendo aplaudido. (Atualizada às 22h)

Por: Maria José Cotrin

Tags: Eleição Indireta, Paulo Mourão, Sandoval Cardoso