Cultura

Composta por fotos, objetos e um vídeo, a exposição “Dos dias em que ausência é marca” retrata, a partir de um olhar crítico e poético, reflexões sobre construção de identidade e representações ideológicas sobre a cidade de São Luís (MA). A mostra faz parte da programação do Sesc Amazônia das Artes e estará disponível para visitação a partir do dia 7 de maio, às 19h, na Galeria Sesc de Artes.

A exposição, do artista plástico Dinho Araújo, revela uma série de vazios significantes que delineiam a imagem da capital maranhense. “Como analogia ao nosso vazio existencial, a leitura da cidade requer um olhar atento às lacunas e fissuras. Sob essa perspectiva, a paisagem do Centro Histórico é marcada tanto pela força expressiva do nosso conjunto arquitetônico quanto pela sua descaracterização (consequência da demolição de imóveis e da remoção dos azulejos das fachadas)”, explica o artista.

Dentro da mostra, há uma série de fotografias que serão expostas na parte interna de um cubo preto, onde a visualização só é possível a partir de brechas. Outro parte interessante da exposição é a série Oublier, do francês “esquecer”. “Um conjunto de fotos registra os vazios deixados pela remoção dos azulejos dos casarões maranhenses”, explica Araújo.

Artista

Arte/Educador, designer e artista plástico, Dinho Araújo é mestre em Antropologia pela UFPB e professor temporário do Departamento de Artes da UFMA entre 2012 e 2013. Participou das diversas mostras, como: I Salão de Jovens Talentos de Artes Visuais da Galeria Maggiorasca (2008); Concurso Arvoredo X, realizado pelo Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho; I Salão de Artes Visuais da Prefeitura de São Luís (2010); 3º Salão de Artes Plásticas da Prefeitura de São Luís (2012), prêmio de melhor trabalho na categoria videoinstalação; Participação na 10º Mostra Coletiva do Grupo Icnos (2013) – Sesc; Mostra de Intervenção Urbana “Desacordo Poético” (2013), apresentada na programação do Projeto Múltiplos Olhares (Sesc), 7ª Feira do Livro de São Luís (Fundação Municipal de Cultura) e 8ª Aldeia Sesc Guajajara de Artes.

Sesc Amazônia das Artes

A exposição “Dos dias em que  ausência é marca” faz parte do projeto Sesc Amazônia das Artes, que promove a circulação e o intercâmbio de espetáculos de dança, teatro, shows musicais e exposição de obras de artes dos Estados que pertencem à Amazônia Legal. O vernissage será no dia 7 de maio, às 19h, na Galeria Sesc de Artes. As demais atrações do Sesc Amazônia das Artes iniciam no dia 15 de maio. (Sesc Tocantins)