Turismo & Lazer

Foto: Divulgação

O Governo do Tocantins criou a linha de crédito Fomento Turismo e, através dos parceiros Agência de Fomento e Agência de Desenvolvimento Turístico (Adtur), está realizando reuniões em municípios localizados em todos os pontos principais do Estado. Após o lançamento em Palmas, em janeiro, a Adtur organizou eventos de divulgação em Gurupi, Lagoa da Confusão, Dianópolis e, por último, em Paranã.

O próximo passo será lançar o financiamento na Região Central. A linha de crédito, Agora Você Faz Mais, disponibiliza de 5 a 500 mil reais para ampliar, estruturar e equipar negócios dos prestadores de serviços turísticos, como hotéis, restaurantes, agências de turismo, e também micro e pequenas empresas. Pode-se financiar investimento fixo em máquinas, equipamentos, móveis, melhorias nas instalações e capital de giro associado ou isolado. Já estão prospectados 3 milhões de reais na Agência de Fomento e concluídas operações de crédito no valor de 725 mil, atendendo o setor hoteleiro e taxistas.

Em Paranã, o coordenador de Cadastro e Análise de Crédito da Agência de Fomento, Alexandre Ramos Ferreira, inovou em sua estratégia para captar interessados e abriu lista com as informações pessoais dos pretendentes, para que os técnicos daquele órgão entrem em contato, facilitando o repasse de informações. O diretor de Planejamento do Prodivino, Jander Teles, apresentou as oportunidades que o órgão oferece para financiar pequenos prestadores de serviços, como barraqueiros, transportadores turísticos, e outras atividades informais, que podem pleitear até 10 mil reais.

Durante o evento, já se pronunciou o barraqueiro Wanderley Silva, 41 anos, casado e pai de cinco filhos. Há sete anos movimenta sua barraca na praia e agora quer transformá-la em pizzaria, “melhorando o atendimento ao público e o ambiente de trabalho”, diz. A coordenadora de Desenvolvimento e Operações Turísticas da Adtur, Kleiryane Aguiar fez palestra sobre Empreendedorismo Turístico, destacando as atividades econômicas, esportes náuticos e pequenos negócios agregados ao setor do turismo, que podem ser implantados baseando-se na atratividade da região. E ressaltou a pesca esportiva, campeonatos, balneários, hotéis e parques temáticos que podem surgir aproveitando a potencialidade hídrica e turística dos reservatórios de São Salvador e Peixe Angical, e as águas termais do município.

O prefeito de Paranã, Edson Lustosa, conduziu a equipe da Adtur para conhecer os atrativos naturais cachoeira do Engenho e Pico da Traíra, este na serra do Mucambo, a 1.039 metros acima do nível do mar, considerado o mais alto ponto do Tocantins. Uma parada obrigatória na cidade é o Atelier São Francisco, que industrializa vitrais artísticos, priorizando o tema religioso, mas também trabalhando peças de ornamentação com motivos brasileiros e de grande delicadeza. O prefeito quer diversificar a economia do município baseada na atividade Agropecuária e na Temporada de Praias, em julho, e fortalecer o Turismo através da roteirização dos atrativos, incluindo as festas religiosas tradicionais, como a do padroeiro São João Batista e a de São Sebastião, que atraem visitantes de Goiás e do Distrito Federal. (Ascom Adtur)