Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-governador e pré-candidato ao governo do Tocantins, Marcelo Miranda diz acreditar que o consenso em torno de um nome para candidatura no PMDB está próximo. A declaração vem depois de um encontro com o deputado federal da legenda, Junior Coimbra com quem disputava a  preferência na legenda. “ Recebi o Junior e vários outros companheiros e conversamos sobre a unidade partidária que queremos. Não discutimos o que passou e sim o presente”, garantiu.

Coimbra visitou os 139 municípios do Estado junto com seu grupo do PMDB e chegou a declarar várias vezes que não tinha certeza se Marcelo estaria em condições de elegibilidade para disputar o cargo mas estaria disposto a apoiar Marcelo. “Vamos continuar dialogando”, afirmou Miranda.

Segundo o ex-governador contou ao Conexão Tocantins já foi definido que não haverá disputa interna na convenção do partido. “ Deixamos claro que na convenção nem ele nem eu vamos disputar”, explicou.

O grupo de Coimbra que tem ainda o deputado estadual José Augusto Pugliese dentre outros modebas mantém a rejeição ao nome da senadora Kátia Abreu para o Senado. Sobre o assunto, Marcelo falou que o assunto deverá ser discutido em conjunto e com participação da senadora. Pugliese inclusive chegou a dizer que o partido não dará legenda para Katia ser candidata ao Senado.

Marcelo tem despontado na frente em várias pesquisas e sondagens que já começaram a ser feitas. Ele tem ainda trabalhado nos bastidores para conseguir a aliança com outros partidos como o PP. “ Conversei com o Roberto Pires e penso que temos que pensar numa oposição construtiva e unida”, frisou.