Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal Júnior Coimbra, presidente da Comissão Especial destinada a analisar a Medida Provisória 636/14 que perdoa as dívidas dos assentados de todo o País, participou na tarde de quinta-feira, 08, da palestra do presidente do Incra, Carlos Guedes, com os assentados do Estado para apresentar a primeira Sala da Cidadania Digital no Estado. 

Atingindo cerca de 11 mil famílias assentadas da Reforma Agrária de 26 municípios tocantinenses, a Sala da Cidadania Digital, que tem como  principal serviço oferecido a renegociação de dívidas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para as famílias assentadas, deu seu primeiro passo, quando foram assinados os Acordos de Cooperação Técnica entre os prefeitos de Araguacema, Divinópolis, Guaraí e Monte do Carmo e a Superintendência Regional do Incra.

O presidente do Incra, Carlos Guedes, apresentou os serviços que serão prestados pela Sala da Cidadania e destacou a importância da atualização cadastral dos assentados para que o Incra possa melhorar a condução da governança fundiária nas áreas reformadas.

Antônio José de Jesus Silva, do Assentamento Santo Clara, localizado na região de Araguaína, foi o primeiro assentado a imprimir seu boleto na Sala da Cidadania e disse que “foi ótimo, pois os assentados podem sair da inadimplência”.

Para Coimbra a iniciativa do Incra de criar um portal de serviços é importante e incentivou os assentados a renegociarem seus débitos o quanto antes para que possam receber novos créditos. A plataforma de atendimentos da Sala da Cidadania Digital que está implementada na Agrotins, atenderá o público na Superintendência Regional e nas salas que serão implantadas em diversos municípios, por meio de parcerias com prefeituras municipais.