Geral

Foto: Valério Zelaya

Com o objetivo de mobilizar a comunidade sobre um problema que a cada dia se torna mais preocupante, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes) promoveu na manhã desta segunda-feira, 26, em Taquaralto, uma mobilização para marcar o Dia Nacional de Luta contra o Abuso Sexual e Exploração de Crianças e Adolescentes.

A atividade foi coordenada por programas da Sedes, a exemplo do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro Especializado de Referência de Assistência Social (CREAS) e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) entre outros. Os participantes seguiram pela Avenida Tocantins mobilizando o comércio local com faixas alusivas ao tema e distribuição de materiais informativo.

Durante todo o trajeto foram distribuídos panfletos e feita a abordagem de pessoas e carros que circulavam, com a entrega de material contendo orientações e quais as formas para denunciar possíveis casos de violência.

A titular da Sedes, Maria Luiza Felizola Leão Gomes, destacou que o muro do silêncio ainda é uma grande barreira quando o assunto é abuso sexual. “Para fazer o alerta e unir forças para superar esse obstáculo, organizamos uma programação extensa durante todo o mês de maio, e todos os servidores da Sedes resolveram aderir à campanha vestindo a camiseta, que traz o slogan “Faça Bonito”, até o encerramento. Mas, continuaremos nosso trabalho que vem causando grandes impactos com o respeito a proteção dos Direitos das crianças e adolescentes”, explica. 

A Secretária ainda frisou, que o abuso sexual contra crianças é comum na sociedade, em todas as classes sociais. “As vítimas devem ser protegidas para que o crime não fique impune. ”

A Campanha

O dia 18 de maio foi escolhido como data nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, porque em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, foi vítima de um crime que chocou o País. Ela tinha apenas oito anos de idade quando foi sequestrada, estuprada e morta. O seu corpo, desfigurado por ácido, apareceu em uma movimentada Rua de Vitória (Espírito Santo). O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes busca manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças. (Secom Palmas)