Esporte

Foto: Divulgação O Hospital será construído em três etapas em uma área de 97.803,47m² próximo ao Campus I da Unirg O Hospital será construído em três etapas em uma área de 97.803,47m² próximo ao Campus I da Unirg

A senadora Kátia Abreu (PMDB) mostrou-se indignada nesta terça, 3, com a precariedade do serviço de saúde pública em Gurupi, com as denúncias de cancelamento de cirurgias e de falta de atendimento médico, conforme relatado pela população  nos últimos dias, com as pessoas retornando para suas residências sem atendimento. A parlamentar lamentou o sofrimento da população e cobrou do Governo do Estado o início imediato das obras do Hospital Regional de Gurupi, que já tem garantidos R$ 41 milhões de recursos do Orçamento Geral da União, resultado de emendas da parlamentar.

Os recursos já estão empenhados (garantidos). Foram R$ 25 milhões (empenhados no OGU/2011) e R$  16 milhões (empenhados no OGU/2012). Apesar de os recursos estarem à disposição do governo há três anos, ainda não foi dado início à obra, cujo contrato foi assinado em 30 de setembro de 2013. “Já se passaram sete meses da assinatura do contrato e o governo não deu início à obra” disse a senadora Kátia Abreu que esteve pessoalmente, nesta terça, no imóvel  onde será construído o Hospital. “É  uma grande injustiça que se está fazendo com a população não só de Gurupi, mas de toda a região Sul do Estado”, falou a Senadora. A situação pode inviabilizar o empenho mais R$ 30 milhões colocados pela parlamentar no Orçamento para a construção do hospital pela não execução das emendas já liberadas.

Para a senadora, a demora do governo é inexplicável e com isto uma população de cerca de 240 mil pessoas que moram nos municípios do Sul do Estado estão sendo prejudicados. “Estão fazendo política com recursos da saúde, estão usando as pessoas para prejudicar adversários” disse Kátia Abreu. Segundo ela, essa população já deveria ter o benefício há mais de dois anos e o governo vem protelando a obra, mesmo com os recursos em caixa, que podem se perder.

Os recursos destinados pela senadora Kátia Abreu vem somar-se a outros benefícios na área da saúde, trazidos pela parlamentar ao  município e região. Em 2005, a senadora Kátia Abreu conseguiu R$ 450 mil para a aquisição de mamógrafos. Já em 2010, a senadora Kátia Abreu destinou R$ 2 milhões e 300 mil para a aquisição de um tomógrafo e aparelho de raios-X, recursos já pagos e cujos equipamentos devem ser colocados à disposição da população nos próximos dias. “Com isto vamos  atender toda a região Sul do Estado”, diz Kátia Abreu.

O Hospital Regional de Gurupi terá capacidade para atender todos os municípios do Sul do Estado (microrregiões Sul e Rio Formoso), totalizando 27 municípios e uma população de 240 mil habitantes. Ele terá, ainda,  200 leitos de internação, 40 leitos de UTI – sendo 10 leitos de UTI Pediátrico e 30 leitos adultos, centro cirúrgico com sete salas, pronto socorro ampliado, e ambulatório com “hospital dia” para realização de pequenos procedimentos que necessitam de curtos períodos de internação. O contrato para a construção da primeira etapa do Hospital Geral de Gurupi foi assinado no dia 12 de setembro entre o Governo do Estado e a Construtora Centro Norte Ltda (Coceno). O Hospital será construído em três  etapas em uma área de 97.803,47m² próximo ao Campus I do Centro Universitário Unirg.