Polí­tica

Foto: Divulgação

O pré-candidato a deputado federal e presidente do PP de Palmas, Tiago Andrino articulou em Brasília junto com alguns nomes da instância nacional do partido para interceder e intermediar o entendimento com a cúpula do PP regional. Desde que o presidente regional da legenda, deputado federal Lázaro Botelho anunciou apoio ao Sandoval Cardoso para as eleições de outubro na semana passada houve um desentendimento público com o metropolitano inclusive com troca de notas entre as duas instâncias.

O PP regional chegou a insinuar que quem não sabe conviver com a democracia deve se retirar do partido já que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP), criticou duramente a atitude da cúpula do partido e chegou a falar em pedir intervenção na legenda.

“Conversamos com alguns membros nacionais do partido em busca de construir unidade. Temos interesse em ajudar e queremos ser tratados com respeito”, disse Andrino ao Conexão Tocantins. Ele disse que volta para Palmas para buscar o diálogo com o comando do partido.

Uma reunião acontecerá na noite de hoje com presença de Amastha para discutir a estratégia do grupo que não concorda com a maneira como o PP estadual foi para a base do governo. “Precisa retomar o diálogo, não queremos sair do partido, ficamos surpresos com a nota. Hoje teremos uma reunião do metropolitano com o Major negreiros e o prefeito para construirmos a estratégia política para depois falar com o presidente”, frisou.