Estado

Foto: Márcio Vieira

O governo deve encaminhar em breve um projeto de lei para a Assembleia Legislativa para que sejam criados mais de mil cargos de servidores próprios para a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), atualmente comandada pelo secretário Marcelo Olímpio. O projeto já estaria sob análise do chefe da Casa Civil da Governadoria, Renan de Arimateia, para ser encaminhado à Casa de Leis.

Atualmente o quadro da Secretaria é composto por servidores vinculados à Secretaria Estadual da Administração. O assunto já é comentado entre os servidores da pasta que estão vendo com estranheza tal pretensão do governo. “Qual o interesse tão específico na pasta da Fazenda? Por que esse projeto de lei está circulando por debaixo dos panos?", questionou um servidor da pasta que preferiu não se identificar.

O questionamento dos servidores é se o governo vai aproveitar os atuais servidores ou fará concurso para o preenchimento dos novos cargos. “No caso de passarem por cima da Constituição Federal, todos os servidores do quadro geral terão direito de reivindicar, e já estão se mobilizando para serem lotados na Sefaz para fazerem parte deste novo quadro”, questionou o servidor.

Procurado pelo Conexão Tocantins o secretário afirmou que a gestão realmente tem esse interesse, segundo ele, pela dificuldade de gerir a pasta com servidores de outras áreas. “Queremos um projeto onde o servidor entre e não pode ser transferido. Porque a Sefaz exige mais e precisa ter um quadro específico de servidores”, disse.

Questionado sobre qual seria o critério do preenchimento dos cargos ele disse ainda não se sabe como será esse preenchimento. “Nossa preocupação é com o futuro”, comentou.