Polí­tica

Foto: Divulgação A movimentação de Coimbra é vista pelo grupo dos Autênticos como uma ato de rebeldia A movimentação de Coimbra é vista pelo grupo dos Autênticos como uma ato de rebeldia

O deputado federal Junior Coimbra abriu na manhã desta terça-feira, 24, a convenção paralela do PMDB no auditório da Assembleia Legislativa. Com o auditório vazio Coimbra deu início aos trabalhos que acontecerão durante todo o dia. Nem o deputado estadual José Augusto Pugliese estava presente na abertura.

Coimbra saudou alguns representantes do PMDB de alguns municípios como Buriti e Itacajá que são delegados e votarão na convenção.

A movimentação de Coimbra é vista pelo grupo dos Autênticos como uma ato de rebeldia mas ele garantiu ao Conexão Tocantins que a convenção terá valor legal porque foi convocada antes da intervenção quando ele ainda era presidente.

Além de Coimbra estavam presentes o coordenador Geral do partido, Marcio de Carvalho e do ex-coordenador da Funasa no Tocantins, Onofre Marques e o vereador de Palmas, Rogério Freitas.

A convenção será encerrada no final da tarde. A outra convenção marcada pela comissão interventora será dia 28.