Estado

Foto: Carla Morena

O governador Sandoval Cardoso determinou a realização de concurso público para provimento de cargos no grupo da Defesa Social e Segurança Penitenciária. Na ordem de serviço – publicada na última segunda-feira, 23, no Diário Oficial do Estado - o governador dá prazo de 20 dias, contados a partir da publicação do diário, para ser divulgado cronograma de trabalho e formação de comissão especifica. Atualmente, o Estado possui 42 unidades prisionais. 

A Lei 2.808, de 12 de dezembro de 2013, estabelece que, conforme o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do Poder Executivo, do qual o Grupo Defesa Social e Segurança Penitenciária faz parte, os cargos de provimento efetivo são: técnico em defesa social, técnico socioeducador, analista em defesa social, analista socioeducador e assistente socioeducativo. 

Conforme a Lei, o concurso público para provimento efetivo dos cargos do Grupo Defesa Social e Segurança Penitenciária compreende a realização de provas ou provas e títulos, testes de aptidão física, exames médicos, psicotécnicos ou psicológicos, curso de formação em escola de governo e outras etapas previstas no edital de convocação.

Ainda segundo a Lei, a nomeação dos aprovados obedece à ordem de classificação em curso de formação em Escola de Governo, à escolha da respectiva vaga, pelo candidato, obedecido o critério de classificação, em ordem rigorosa, com desempate sucessivo pelo tempo de serviço público no Estado do Tocantins e pela maior idade. 

Para o secretário de Defesa Social, Nilomar dos Santos Farias, a realização do concurso proporcionará grandes melhorias ao sistema penitenciário e socioeducativo do Estado. “É um avanço para todos. Com o quadro próprio, poderemos investir ainda mais na qualificação profissional dos servidores, aprimorando as políticas públicas voltadas às pessoas em situação de privação de liberdade e dos adolescentes em conflito com a lei. Teremos também maior mobilidade funcional, atualizando as funções às necessidades de um Estado moderno e atuante. O governador Sandoval, sensível a essa questão, determinou prioridade na realização do certame”, destaca.

Funcionalismo público 

Em menos de quatro anos, a atual gestão, nomeou 9.347 servidores através dos concursos da Saúde, Educação e Quadro Geral. Além de estar realizando os concursos da Polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, que estão na última etapa. (ATN)

Por: Redação

Tags: Nilomar dos Santos Farias