Cultura

Foto: Divulgação

O governo estadual exonerou o Diretor de Cultura da Secretaria Estadual da Educação e Cultura, Jota Bulhões e já nomeou em seu lugar o músico Toninho Borges. A exoneração se deu em um momento de críticas e cobranças de várias artistas com relação ao pagamento dos Editais da Cultura do ano passado e ainda de uma melhor estrutura para a Cultura. Desde que a pasta foi extinta a Secretaria foi anexada à pasta da Educação.

Outros servidores da Cultura também foram exonerados como a Coordenadora de Cultura, Juliana Almeida e o coordenador dos Editais, Kaká Nogueira conforme mostra o Diário Oficial.

Na semana passada o grupo encaminhou uma carta aberta ao governador Sandoval Cardoso (SD) onde pediam a homologação dos editais e mais atenção para a pasta. Um grupo se uniu para lutar por melhorias na pasta e chegou a se reunir esta semana para discutir as demandas.

Um dos integrantes do grupo que pede melhorias comentou ao Conexão Tocantins que as exonerações mostram que o governo não quer ouvir o clamor dos artistas. "A cultura de um Estado como o nosso jogada desse jeito. Cadê a política cultural? O pagamento dos Editais?", questionou um dos líderes.

O grupo analisa quais providências tomará com relação ao assunto.