Polí­tica

Foto: Divulgação

O ponto alto da convenção que escolheu o governador Sandoval Cardoso (SD) como candidato à reeleição, Ângelo Agnolin para vice-governador e Eduardo Gomes para candidato a senador, foi justamente o pronunciamento do candidato que encabeça a chapa majoritária.

Sandoval iniciou sua fala dizendo que aceita o desafio de se candidatar à reeleição porque este é o sentimento de seus companheiros e da população de todos os cantos do Tocantins. O governador destacou os avanços que o Estado vem experimentando em menos de 60 dias de gestão como governador eleito. “O Tocantins está voltando a crescer, está voltando a ter as melhores estradas, as melhores escolas e os melhores hospitais”, afirmou.

Sandoval disse que enxerga um Tocantins grande e por isso quer ser governador novamente. “Eu enxergo o potencial do Estado, vamos inserir o Tocantins na economia nacional, tirar o Estado da dependência dos repasses federais, fomentar a economia, crescer, o Tocantins merece mais, o Tocantins pode muito mais”, declarou Sandoval.

Sandoval Cardoso disse que quer o Estado andando e olhando pra frente. “Não esperem de mim uma campanha de brigas e valentia. Minha valentia eu gasto com trabalho e fazendo as obras para nosso Estado avançar. Vou ser o governador que vai mudar a história política do Tocantins. Porque brigando a gente anda pra trás e trabalhando a gente anda pra frente”, disse.

O governador falou também sobre sua vida pessoal e que nada tem a esconder. “Minha vida, minha história eu escrevo a cada dia, não tenho nada a esconder, mas tenho muito pra falar. Meu pai me me ensinou a olhar nos olhos das pessoas e falar a verdade, ele me ensinou  a importância da verdade, e eu não vejo outro caminho pra fazer o Tocantins a não ser falando a verdade”, disse.  

Cardoso disse que pretende fazer a campanha mais bonita da história do Estado, conversando e ouvindo as pessoas, unindo os grupos distantes e criando um ambiente favorável à governabilidade, assim como construiu nesta sua primeira eleição.

Sandoval Cardoso afirmou ser o candidato da estabilidade e que este é o caminho que o Estado precisa seguir e não do instabilidade jurídica, que afasta investidores. “O Tocantins vai escolher um governador que governa, que trabalha e não um governador que só reclama. O Tocantins vai escolher se vai continuar nesse ritmo com as obras e as mudanças que a gente vê ou se vai parar de novo”, destacou.

Sandoval ressaltou ainda que gosta do desafio, de luta e que quer mudar a vida dos tocantinenses. “O povo do Tocantins conhece os políticos que querem trabalhar, quem tem o melhor projeto e quem tem condições de fazer o que o Estado precisa”.

Sandoval disse também que vai percorrer o Tocantins com sua “Comitiva 77”  para levar suas idéias e mostrar que tem o melhor projeto. “Vamos percorrer todo o Tocantins com nossa Comitiva 77, a Comitiva da Solidariedade, buscando a paz, a Comitiva da verdade. Nós vamos atrás dos problemas e encontrar as soluções. Temos condição de gastar menos com o Governo e mais com a população, vigilância com o dinheiro público, a presença do Governador nos municípios, fiscalizando o andamento das obras para o Estado avançar”,

Ao finalizar, Sandoval conclamou a militância para juntos irem em busca da vitória nestas eleições . “Vou mudar a história do Estado, e a presença de milhares de pessoas aqui me deixa renovado, animado, com fé em Deus, vamos seguir em frente, é lá que o Tocantins merece chegar”, encerrou.