Estado

Foto: Ascom Seagro

O Governo do Estado avança no setor de agrometeorologia, por meio da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro). Recentemente foi autorizada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) do Ministério da Agricultura, da Pecuária e Abastecimento (Mapa), a instalação de mais sete estações meteorológicas no Tocantins.

As estações meteorológicas automáticas serão instaladas em propriedades rurais nos municípios de Santa Fé do Araguaia, Colinas, Rio Sono, Lagoa da Confusão, Santa Rosa, Almas e Araguaçu. “Uma estação meteorológica automática coleta, de hora em hora informações meteorológicas, da área na qual está localizada, como a temperatura, umidade, pressão atmosférica, precipitação, direção e velocidade dos ventos e radiação solar”, explica a coordenadora de Agrometeorologia e Mudanças Climáticas, Denise Gomes.  

Ainda de acordo com Denise, para que as instalações das estações sejam feitas é firmado um acordo com o dono da propriedade, por um prazo de cinco anos. “O próximo passo é a construção do cercado, pelo proprietário, onde será instalada a estação. Como é automática não é necessário operador, qualquer imprevisto será solucionado via satélite ou pelo INMET”, adianta a coordenadora.

Já existem 14 estações no Tocantins, sendo que quatro delas, as de Araguaína, Palmas, Porto Nacional e Peixe são conveniadas à Secretaria da Agricultura e Pecuária. “O monitoramento dos dados meteorológicos permite aos técnicos fornecer informações aos produtores e sociedade em geral para tomadas de decisões concisas e acertadas tanto no setor agrícola, como em outros setores como a construção civil, por exemplo,” acrescenta o secretário executivo da Agricultura e Pecuária, Ruiter Padua.

Tecnologia

Todo o sistema é operado por um conjunto de baterias alimentadas por um painel solar. A manutenção requerida é mínima e consiste em manter a área limpa e protegida. A manutenção técnica preventiva é dada pela equipe de manutenção do INMET, em geral a cada 12 meses. (Ascom/Seagro)