Polí­tica

Foto: Stalin Bucar

O candidato a reeleição, deputado estadual Stalin Bucar (SD) afirmou em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta quinta-feira, 07, que o deferimento da candidatura de Marcelo Miranda (PMDB) pelo Tribunal Regional Eleitoral na última terça-feira, 05,  não era esperado e feriu a legislação da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10).  

O deputado se mostrou desiludido com a lei. “Eu acho que a Lei da Ficha Limpa já não existe mais, pra mim ela não existe. Pode aprontar o que quiserem, podem fazer a malandragem que quiserem, porque Lei de Ficha Limpa no Brasil não tem não! Podem meter a mão, vai virar o balaio de gato. Tem negócio de lei mais nesse Brasil não! [...]Nós vamos continuar acreditando na justiça, mas não na Ficha Limpa”, afirmou Stalin.

Stalin disse ainda que a decisão não era aguardada devido o julgamento do Rced (quando foi cassado em 2009) que já havia contra Marcelo Miranda. Entretanto, segundo Stalin, a eleição tem de ser ganha é no voto sem pensar em impugnação. O que precisa, no ponto de vista do deputado, é que o candidato ao Governo do Estado, Sandoval Cardoso (SD), continue trabalhando, percorrendo os municípios, mostrando o que é capaz de fazer e o que já foi feito. “É botar campanha na rua é até melhor do que essas eleiçõezinhas ai decididas por justiça. Isso não dá legitimidade para nenhum eleito, a legitimidade só é valida quando é a escolha do voto popular, e nós vamos ganhar essa eleição sim”, argumentou.

Dobradinhas

Stalin Bucar explicou que, no momento, está em visita aos municípios e que passará a acompanhar a agenda de Sandoval Cardoso mais para o final da campanha.

Até o momento, Stalin afirmou que faz dobradinha com a deputada federal Dorinha Seabra Rezende (DEM), com o deputado federal César Halum (PRB), José Geraldo de Melo Oliveira (PTB) e João Oliveira (DEM). O deputado afirmou ainda que está em conversação com o ex-governador Carlos Gaguim (PMDB) que é candidato a deputado federal, por ter grande consideração para com ele.