Polí­tica

Foto: Divulgação

A caminhada da coligação A Experiência faz a Mudança (PMDB,PV,PT,PSD), na Avenida Tocantins, em Taquaralto, neste último sábado, 9, foi coroada com uma importante reunião com empresários da Região Sul de Palmas.

Debaixo das árvores de uma churrascaria no Setor Santa Bárbara, Marcelo Miranda, Marcelo Lélis e Kátia Abreu ouviram os clamores dos empresários e comerciantes que estão asfixiados com tamanhos gargalos que impedem o comércio e a indústria tocantinenses de sobreviverem na atualidade.

Sufoco

“Estamos sufocados com tamanha carga tributária e desalentados com a falta de incentivo” – reclamou o empresário Gildemar Moreira, 48 anos, presidente da Associação Comercial e Industrial de Taquaralto (ACIT).

Para esta reclamação, Marcelo Miranda assegurou: “Vamos fazer uma redução significativa de impostos para dar fôlego ao comércio e vamos conceder incentivos para a expansão dos negócios, visando gerar empregos” – especificou o futuro Governador.

O dinheiro sumiu

O empresário Gilmar Vasconcelos, 48 anos, indagou sobre a falta de dinheiro em circulação: “O dinheiro sumiu e as vendas caíram, assim estamos falindo” – reclamou o comerciante, ao que Marcelo Miranda pontuou: “Vamos diminuir a dívida pública, que triplicou nos últimos quatro anos, e,  vamos revitalizar a Agência de Fomento em parceria com o BNDS para a circulação de divisas para todos” – garantiu.

Assaltos diários

A insegurança, com constantes ondas de assaltos foi uma reclamação de todos os empresários presentes, sobretudo de Thiago Rosa 30 anos, vice presidente da ACIT. Para dar solução aos inúmeros assaltos ao comércio, Marcelo Miranda destacou providências imediatas e seguras: “Vamos aparelhar melhor as polícias, realizar concurso para aumentar o efetivo e promover campanhas educativas pela paz” – acrescentou o Governador.

Agenda Mensal

Marcelo Miranda e o vice, Marcelo Lelis, estabeleceram uma agenda mensal. “Vamos nos encontrar mensalmente para sanar todos os problemas, pois, são os empresários que tocam a máquina pública, através dos impostos que pagam e das riquezas que geram, assim, o respeito e atenção serão retomados” – garantiu o próximo vice governador Marcelo Lelis.