Educação

Foto: Divulgação

A partir de segunda-feira (18), estarão abertas as inscrições para os estudantes interessados em disputar as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos. As inscrições podem ser feitas via internet, no site do programa. O prazo vai até 7 de setembro para alunos não matriculados em instituições de ensino e 1° de dezembro para os já matriculados.

Para concorrer às bolsas remanescentes, o estudante precisa atender aos critérios de renda do programa . Também é necessário atender a uma das condições estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC):

- No processo seletivo do Prouni, o candidato se inscreveu em todas as suas opções de cursos apontadas, mas não houve formação de turma.

- Candidatos já matriculados em cursos de instituições em que pretendem concorrer a bolsa

- Ser professor da rede pública, no exercício do magistério da educação básica, ou integrante do quadro pessoal permanente de insituição pública de ensino. No caso de professores, não é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e há dispensa do atendimento dos critérios de renda.

As bolsas do Prouni são destinadas a estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escola pública, ou em estabelecimento privado na condição de bolsista integral. Outros públicos também podem se candidatar à bolsa, mesmo que não atendam ao critério acima. O ProUni também atende pessoas com deficiência e professores da rede pública que estejam no exercício do magistério. Nesses dois últimos casos, não é necessário atender aos critérios de renda.

Enem
Para disputar uma bolsa o candidato também precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota mínima para poder se candidatar a uma bolsa é de 450 pontos na média das provas objetivas que compõem o exame. A nota da redação também não pode ter sido zero.

Renda
O Prouni distribui dois tipos de bolsas: as integrais, que custeiam 100% da mensalidade, e a parciais, que bancam 50% do valor mensal. Paras concorrer ao benefício integral, a renda familiar per capita do aluno não pode ser superior a 1,5 salário mínimo, o que equivale atualmente a R$ 1.086. Quem quiser disputar uma bolsa parcial deverá ter renda familiar per capita de até 3 salários mínimos, ou R$ 2.172.
Se for pré-selecionado para ganhar uma bolsa do Prouni, o aluno terá que comprovar as informações sobre a renda e histórico escolar junto às instituições de ensino onde pretendem estudar. (EBC)

Por: Redação

Tags: Agência Brasil, ENEM, MEC, ProUni