Meio Ambiente

Foto: Valério Zelaya

Uma força tarefa realiza trabalho de combate e prevenção de queimadas na Serra do Carmo, em Taquaruçu, município de Palmas. A ação é fruto de parceria entre governo do Estado e município.  Nesta sexta-feira, 15, durante sobrevoou na região, foi feito mapeamento dos focos de incêndios e neste sábado, 16, foi iniciado um trabalho intensivo nessas áreas.

De acordo com o tenente coronel Carlos Eduardo Farias, coordenador adjunto da Defesa Civil, a ação é fruto da articulação do Comitê Estadual de Combate a Queimadas, que é coordenado pelo órgão. “A força tarefa envolve o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Guarda Metropolitana, o Naturatins, as secretarias de Meio Ambiente municipal e estadual e a Companhia Independente de Polícia Militar Ambiental”, apontou.

Apesar das condições climáticas do Estado, como os fortes ventos, baixa umidade do ar e o clima seco, os focos de incêndios são fruto principalmente da ação humana, explica o subcomandante do primeiro batalhão dos Bombeiros Militar, Erisvaldo de Oliveira Alves. “A queimada de forma geral é fruto da ação direta do ser humano, agora seja ela intencional ou pela perda de controle na realização de alguma atividade com fogo”, disse.

Para o analista técnico de biodiversidade e áreas protegidas do Instituto de Natureza do Tocantins (Naturatins), Warley Rodrigues, trabalho de sensibilização é fundamental. “A população tem que ser conscientizada de que o uso do fogo nesse período é muito crítico e existe muitos riscos de que se perca o controle”, ressaltou. 

A força tarefa ficará na Serra do Carmo até controlar os focos de incêndios identificados e após a conclusão desse trabalho, segundo Erisvaldo de Oliveira Alves, a atenção para a região continuará e as demandas serão atendidas por meio de chamados, conforme as necessidades. (ATN)