Polí­tica

Foto: Clayton Crystus

O resultado das pesquisas eleitorais feitas no Tocantins nos últimos dias tem sido alvo da reclamação de alguns deputados na Assembleia Legislativa do Tocantins. O assunto voltou a ser debatido na sessão desta terça-feira, dia 26, com duras críticas do deputado Sargento Aragão (Pros) aos institutos de pesquisa e aos veículos de comunicação que encomendaram a apuração da preferência popular.

Para Aragão, o resultado divulgado pela mídia não condiz com a realidade e a vontade do povo. “Estão tentando manipular o eleitor com resultados irreais. Temos feito nossa pesquisa e os números são bem diferentes”, enfatizou. O deputado Stalin Bucar (SD) concordou com a opinião de Aragão sobre a veracidade das pesquisas e criticou a maneira como estão sendo realizadas.

Por sua vez, José Bonifácio (PR) lamentou a crítica dos deputados e pediu a aceitação do resultado, a fim de tentar contornar os números. “Estão reclamando porque os dados não favorecem certos candidatos. Infelizmente, atacam o alvo errado. Deveriam ser contra a compra de lideranças e de eleitores, não contra os institutos de pesquisa, que nada têm a ver com os problemas políticos do Estado”, destacou.

Outro tema ficou em evidência durante as discussões parlamentares, as investigações da CPI do Igeprev. O assunto obteve grande repercussão quanto ao suposto desvio de recursos do fundo de previdência dos servidores públicos estaduais. Para aprofundar o debate e as investigações, já está prevista para ocorrer na tarde de hoje, às 15 horas, uma nova reunião com todos os membros da comissão. (Dicom AL)