Palmas

Foto: Rosilene Luzia Perin

O sistema de irrigação das áreas verdes de Palmas deixa a desejar em vários locais nos horários de aguagem dos jardins. É visível o alto de desperdício de água e mau direcionamento dos aspersores que chegam a molhar os carros que passam próximos as rotatórias.

Residente há seis anos em Palmas, Rosilene Luzia Perin postou no dia 29 de agosto uma imagem na página social do prefeito da Capital, Carlos Amastha, a qual mostra um total descontrole dos aspersores em uma rotatória entre as quadras 206 e 208 Sul atingindo os carros que por ali passavam. “E os motoristas aproveitam para lavar seus carros... faz um bom tempo que está esse aguaceiro na (avenida) NS entre a 206/208 Sul”, postou a moradora.

Rosilene afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 01, que no dia em que tirou a imagem, estava jorrando muita água há um longo período de tempo, e que por impulso, marcou o prefeito da Capital, Carlos Amastha, para que o problema fosse resolvido.

"É lamentável ver esses desperdícios. É importante que todos nós, cidadãos, temos que estar atentos e apontar essas falhas, para colaborar com a eficiência da administração pública. Mas o que é mais triste, é que pessoas passam, veem, e não tomam nenhuma atitude. Não exerce a função de cidadão. Isso é o mínimo que devemos fazer", afirmou Rosilene.

A moradora afirmou que após postar a imagem na página do prefeito Amastha, logo em seguida o problema foi resolvido. Entretanto, em vários outros pontos o mal uso da irrigação tem contribuído, inclusive, para a deterioração do asfalto, como na rotatória da OAB, onde a água acumula em uma área mal nivelada formando uma verdadeira lagoa que infiltra no pavimento, causando um imenso buraco no local que a prefeitura sempre tapa, mas que logo reaparece, uma vez que o asfalto fica exposto o ano inteiro à água. Parte do ano o local fica alagado pela água da chuva e outra, durante o período da seca, o alagamento é decorrente do excesso de água dos aspersores.

Prefeitura de Palmas

Consultada pelo Conexão Tocantins, a Prefeitura de Palmas informou que a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos da Capital reconhece que o sistema de irrigação atual apresenta falhas e que vem fazendo testes para melhorá-lo. Ainda informou que em alguns pontos  trocou os canhões com pressão grande por escamoteadores que irrigam por um tempo menor e evitam desperdício.

Segundo a Prefeitura, a capital conta com cerca de 40 km lineares de sistema de irrigação espalhado pela Região Central do Plano Diretor, imediações do Ginásio Ayrton Senna e divisa entre Aurenys I e III. Segundo a Prefeitura, o sistema possui outorga do Naturatins e a água é captada junto aos córregos da Capital e ainda que os pontos de captação são diferentes dos pontos utilizados pela Foz/Saneatins no sistema de saneamento da cidade.

De acordo com a Prefeitura de Palmas, as áreas verdes da Capital são irrigadas todos os dias em horários variados com tempo máximo de 30 minutos, que segundo a Prefeitura, é suficiente para irrigar a grama e plantas que compõem o paisagismo.