Palmas

Foto: Antonio Gonçalves

O prefeito Carlos Amastha destacou o potencial econômico do setor Taquari, durante reunião na manhã desta terça-feira, 09, com empresários da Capital, Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Conselho de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas (Cidep), Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL), empresários da Avenida JK, que estavam presentes na reunião de apresentação do Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, que será implantado em Palmas. A reunião aconteceu na Feira Coberta de Taquari.

Em sua fala, o prefeito disse considerar Taquari como um município de 15 mil pessoas, o que o classificaria entre as 15 maiores cidades do Estado. “Ou seja, o setor tem uma potencialidade absoluta e convido vocês empresários a investirem aqui”, disse ele, chamando-os a investirem e acreditarem no potencial do local, uma vez que o Município conta com áreas públicas para que sejam realizadas parcerias com empresas privadas que queiram se instalar no local. 

O gestor mencionou ainda que a implantação do BRT será responsável também pelas altas taxas de crescimento do setor. “Em pouco tempo o BRT passará por aqui, então peço que não olhemos para o sonho, mas para a realidade que temos aqui”, ressaltou lembrando que o sistema irá interligar a região Sul com a Norte e Centro, o que irá colaborar ainda mais para o desenvolvimento do Taquari.

O prefeito Amastha revelou que empresas já demonstraram interesse em se instalar no Taquari. “Teremos comércio e serviço, gerando renda e consequentemente o desenvolvimento”.

Residência

A partir de quinta-feira, 11, o prefeito Amastha passa a residir no setor Taquari, conforme havia anunciado no mês de agosto. De acordo com ele, a mudança é com o intuito de levar benefícios para o local, a exemplo de pavimentação asfáltica, dentre outros. “Vamos cuidar do nosso povo com carinho, enquanto estamos na gestão, pois não será pra sempre e obriga o próximo gestor a fazer o mesmo”, pontuou ele. (Secom Palmas)