Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Palmas comemora o Dia Mundial Sem Carro em clima de consciência ambiental. Além do tradicional passeio ciclístico, a Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte, em união com diversas secretarias, promove o plantio de mais de 4 mil mudas de árvores ao longo dos 16,5 quilômetros de ciclovias e calçadas já existentes em Palmas.

A data é celebrada mundialmente no dia 22, mas em Palmas a programação será neste domingo, 21, tendo como ponto de encontro, tanto para o passeio ciclístico quanto para o plantio de mudas, a área verde em frente a Avenida NS-04, na quadra 804 Sul, a partir das 17 horas.

Segundo o secretário Cristian Zini Amorim, o foco deste ano é o pedestre e o ciclista. “Por isso, nossa ação será no domingo, dia em que também é comemorado o Dia da Árvore, e estaremos, junto com a comunidade, fazendo o plantio de mudas de árvores próximo as calçadas que ficam ao logo da NS-04, nas proximidades da 804 Sul”.

Ainda, de acordo com o secretário, o plantio continua na segunda-feira, 22, com os servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, que nesta semana já começaram o trabalho de abertura das covas. “Não queremos apenas um dia comemorativo, queremos dar respostas concretas aos ciclistas e pedestres de Palmas”, enfatizou Zini.

No local serão servidas água e frutas as pessoas que participarem do plantio e do passeio ciclístico. Também haverá breves shows artísticos, de teatro, de dança, de pintura. A diretora de Circulação Urbana Sustentável, Joseísa Furtado, lembra que para facilitar o deslocamento, a importância de todos irem de bicicleta para participar do passeio ciclístico. “Queremos incentivar as pessoas a se deslocarem por meios de transportes que não agridam ao meio ambiente, como a bicicleta e o transporte público”.

Carona Solidária

E com o intuito de continuar incentivando a diminuição de veículos nas ruas, na segunda-feira, 22, a Prefeitura de Palmas orienta o palmense que utilize o transporte público ou o Carona Solidária, como forma de conter a emissão de gases poluentes.

Origem

O Dia Mundial Sem Carro surgiu com tom de manifesto e aconteceu pela primeira vez no final da última década, por meio dos movimentos sociais reivindicando melhores condições de mobilidade em algumas cidades europeias. A ideia ganhou corpo e adesões mundo afora, tendo os meios de transporte sustentáveis como foco, de forma estimular a independência dos cidadãos quanto ao uso de carros e motociclistas, e a refletirem sobre a utilização de meios como as bicicletas e o transporte público. (Secom Palmas)