Polí­tica

Foto: Wenderson Araujo

A senadora e candidata a reeleição Kátia Abreu (PMDB) em encontro com líderes evangélicos de Palmas, da denominação Assembleia de Deus, ministério Setas, realizado na segunda-feira, 22, em sua residência, conclamou a igreja a entrar na guerra do combate às drogas e fez o compromisso público de garantir recursos para execução de programas de resistência às drogas, com forte investimento em políticas de prevenção.

A Senadora cita programas de qualificação profissional com foco no primeiro emprego como o Pronatec que formou 40 mil pessoas no Tocantins; incentivo à prática esportiva com a construção de novas praças e promoção de competições e apoio a cultura e lazer.  Kátia Abreu defende ainda investimento em segurança pública para aumentar a repressão e a implantação de centros de tratamento de dependentes químicos.

“Temos que varrer o crack da realidade das nossas cidades e afastar esta ameaça ao futuro de nossos jovens”, declara a Senadora que explica que em suas andanças pelo interior tem encontrado dois tipos de mães. As atormentadas que temem que seus filhos se envolvam com drogas e as desesperadas, cujos filhos se envolveram com as drogas. Em todos os casos o drama é o mesmo a sensação de impotência diante desta ameaça avassaladora.

A senadora garantiu que recursos não vão faltam, mas que é preciso a Igreja assumir a responsabilidade pela gestão destes centros de acolhimentos de jovens. “Temos que arrumar os recursos, só peço que a igreja tome conta”, disse a senadora aos pastores que já realizaram trabalhos de resistência às drogas em suas comunidades.

“Quando eu procurei fui prontamente atendido por ela, por isso me sinto à vontade para pedir votos para a senadora Kátia Abreu”, declarou o pastor Lázaro Quirino recomendando o apoio das comunidades evangélicas à senadora e ao candidato a governador Marcelo Miranda. “A senadora é uma líder determinada que quando assume compromisso de fazer, faz”, reconhece o pastor Antonio Xavier que revela que já é a terceira vez que apóia Kátia Abreu.

O candidato a deputado federal Irajá Abreu (PSD) também participou da reunião e reiterou o compromisso de uma atuação parlamentar com base nos princípios cristãos com posição claramente contrária à legalização do aborto e à da maconha. O deputado também tem o apoio dos líderes evangélicos da Assembleia de Deus que aprovam a sua atuação parlamentar.

A senadora Kátia Abreu em seu discurso falou ainda de sua confiança no futuro do Tocantins que segundo ela se apresenta como o estado da logística, que tem todas as condições de atrair novos negócios e se industrializar. “Deus foi generoso com o nosso Estado, nos deu a maior área de várzea agricultável do mundo”, disse a parlamentar que avalia que com um governo operoso e apoio da presidente Dilma o Tocantins vai passar por um forte impacto e entrar num novo ciclo de desenvolvimento.

A senadora Kátia Abreu falou do seu esforço para a construção das rodovias federais que cortam o Tocantins, a duplicação da rodovia Belém-Brasília, a implantação da Hidrovia Tocantins, construção das pontes de integração regional e consolidação da Ferrovia Norte-Sul que, segundo ela, criam as condições necessárias para voltar a ser uma região de forte atrativo de novos negócios. Kátia Abreu confessou que estava feliz por ter conseguido viabilizar R$ 3,5 milhões para Palmas para implantação da Clínica da Mulher e Clínica de Doenças Tropicais, cujos recursos foram empenhados esta semana.  Citou ainda a garantia de recursos para a construção da arena esportiva para realização das Jogos Mundias Indígenas na capital no ano que vem, a construção de um novo centro de treinamento do Senar, a implantação de um centro nacional de silvicultura e a transformação de Palmas em pólo tecnológico com atração de empresas inovadoras e a isenção de impostos para a implantação de empresas de inovação tecnológica dentre outros benefícios.

Prestigiaram o encontro os pastores Iamar Rezende, Edvan Martins, Valdemir Alves, José Alexandrino, Wilton Cerqueira, Júlio César, Zacarias Alves, José Romildo, José Domingos, Oziel Brandão, Jarcílio Evangelista e Jair Cardoso. O encontro foi organizado pelo pastor Lázaro Quirino e por Antonio Xavier, presidente da congregação do ministério Setas.