Saúde

Foto: Imagem ilustrativa/da web

A segunda-feira (29/9) será movimentada para servidores do Tribunal de Justiça do Tocantins. A partir das 18h começa uma nova etapa do Judiciário na Medida. Depois do sucesso do programa, realizado em 2013 pelo TJTO, por meio da Diretoria de Gestão de Pessoas, a segunda edição mais uma vez promoverá saúde e bem-estar aos participantes. Estão inscritos 120 servidores que atuam no Judiciário em Palmas. As atividades seguirão até o dia 17 de dezembro deste ano de 2014.

Os participantes já passaram por avaliação física e consulta médica, comprovando que estão aptos a praticar atividades físicas. Quatro turmas, com 30 integrantes cada, foram montadas. Os horários são de segunda, quarta e sexta das 18h às 19h e das 19h às 20h; e terça, quinta e sexta das 18h às 19h e das 19h às 20h.

Nesta edição não haverá competição e nem premiação. A assiduidade do participante será essencial, podendo ter no máximo duas faltas consecutivas ou três faltas esporádicas. Acima disso o servidor estará automaticamente eliminado, abrindo vaga para outro pretendente.

A ação, mais uma vez, cumpre o objetivo estratégico do TJTO de promover o bem estar dos seus colaboradores, estimulando a integração e a melhoria nas relações no trabalho.

O projeto propõe a prática de exercícios físicos, visando elevar os índices de satisfação no trabalho, prevenções de doenças, promoção de saúde e valorização e integração dos colaboradores. As atividades ainda buscam alcançar o bem estar e, em conseqüência, elevar a produtividade do Judiciário, complementando assim o Programa Qualidade de Vida e Gestão da Saúde, o qual já realiza ginástica laboral e outras atividades.

O sedentarismo afeta a saúde, atrofia os músculos, podendo acelerar o envelhecimento e contribuir para o aparecimento de doenças como a hipertensão, doenças respiratórias, diabetes, aumento de colesterol, infarto e também distúrbios cardíacos.

Parceiros do projeto

Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (ASTJ), Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins (Sinsjusto) e o Sindicato dos Servidores da Justiça de Segunda Instância do Tocantins (Sindjusto). 

Por: Redação

Tags: Tribunal de Justiça