Polí­tica

Foto: Elizeu Oliveira

O candidato ao Governo do Estado do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e a senadora candidata a reeleição, Kátia Abreu (PMDB) fizeram carreata em Araguaína, no final da tarde desta sexta-feira, 3 de outubro.

Sábado, a comitiva da coligação faz caminhada em Palmas pela manhã e carreata em Miranorte e encerra a campanha com carreta na antiga capital do Estado, Miracema do Tocantins.

Em Araguaína, a carreta de Marcelo Miranda e Kátia percorreu os bairros, Central, São João, Entroncamento, Vila Patrocínio, Araguaína Sul, Raizal, Feirinha, Setor Eldorado e Bairro Neblina.

Protesto

Ao passar pelo Bairro Neblina, uma confusão de supostos cabos eleitorais do candidato do governo protestava contra o não pagamento de salários e passaram a aplaudir Marcelo Miranda segundo informações da sua assessoria de imprensa.

Sobre os protestos de supostos cabos eleitorais em Araguaína, a coligação “A mudança que a gente vê” que tem como candidato ao Governo do Estado, Sandoval Cardoso (SD), que concorre à reeleição, informa que todos os colaboradores contratados pela coligação majoritária já foram pagos em dias anteriores.

O tumulto ocorreu, segundo a coligação governista, insuflado por adversários com o objetivo de desestabilizar a campanha de Sandoval em Araguaína. Ainda segundo a coligação, nenhum dos manifestantes apresentou contrato formal com a coligação, o que comprova que a intenção era só criar um factoide em véspera de eleição. Toda a documentação referente a esses contratos e pagamentos constará na prestação de contas oficial da coligação.