Polí­tica

Foto: Montagem Conexão Tocantins

Entre os candidatos que concorreram às eleições de outubro de 2014 no Tocantins foi possível perceber o entrelaçamento de filhos e esposas de políticos bastante conhecidos no Estado. A maioria dos candidatos com laços familiares na política do Tocantins conseguiram se eleger com números consideráveis de votos. 

Dentre os filhos de políticos muito influentes no Estado, o deputado federal Irajá Abreu (PSD) que é filho da senadora Kátia Abreu (PMDB) conseguiu se reeleger com 62.659 votos, sendo o segundo mais votado no Estado. A senadora também conseguiu se reeleger e com isto manteve o poder da família que ainda conta com outro filho da senadora, o vereador na Câmara de Palmas, Iratã Abreu (PSD).

Outro que conseguiu expressiva votação nas eleições de outubro foi Vicentinho Júnior (PSD), filho do senador Vicentinho Alves (SD), que conseguiu se eleger deputado federal com 51 mil votos, sendo o quarto mais votado do Estado.

Recomeçando na política, o ex-senador, Eduardo Siqueira Campos (PTB), filho do ex-governador, Siqueira Campos (PSDB) se elegeu o deputado estadual mais bem votado do Tocantins, com 28.841 votos.

Também encaminhada na política pelas mãos do pai, Luana Ribeiro (PR) foi reeleita deputada estadual do Tocantins com 20.906 votos, sendo a quarta mais bem votada no Estado. Ela é filha de João Ribeiro (PR) que faleceu no final do ano passado quando cumpria o segundo mandato de senador da República.

Esposas

Entre os eleitos no Tocantins, duas esposas de políticos bastante conhecidos, conseguiram se integrar na política do Estado. Dulce Miranda (PMDB) é esposa do governador eleito, Marcelo Miranda (PMDB) e recebeu 75.934 votos, sendo eleita a deputada federal mais votada no Tocantins. 

Outra eleita foi Cláudia Lelis (PV) que concorreu ao cargo de vice-governadora de Marcelo Miranda (PMDB). Cláudia é esposa do ex-deputado Marcelo Lelis (PV) que concorria a vice-governadoria de Miranda, mas que teve seu registro de candidatura impugnado em julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo substituído pela esposa.

A ex-prefeita de Araguaína, Valderez Castelo Branco ( PP) se elegeu deputada estadual, enquanto seu marido Lázado Botelho presidente estadual do PP se reelegeu a deputado federal. (Matéria atualizada às 18h13)