Polí­cia

Foto: Ascom SSP

A Polícia Civil, por intermédio da Central de Flagrantes de Augustinópolis, autuou em flagrante delito na noite deste domingo, 20, pelos crimes de homicídio qualificado, roubo e tráfico de drogas, Rafael S. P., 30 anos de idade.

De acordo com o Delegado Hélio Domingos, responsável pelo caso, o indivíduo é o principal suspeito de assassinar com disparos de pistola calibre .40, Audemir Rodrigues de Oliveira, 41 anos de idade, fato ocorrido no final da tarde deste domingo no centro de Araguatins, no Extremo Norte do Estado. Após praticar o homicídio, o autuado roubou uma motocicleta e empreendeu fuga em direção a cidade de Augustinópolis, furando uma barreira policial na entrada da cidade.

 Em seguida, o mesmo sofreu um acidente, abandonou a moto e invadiu uma residência, onde após fazer os moradores de reféns, roubou dois celulares, deixando as vítimas amarradas, e levando com ele sob a mira de sua pistola, o proprietário da casa, obrigando este a ir com ele até a casa vizinha para roubar um veículo que estava estacionado na garagem, porém quando o suspeito tentava entrar no imóvel, teve a mão presa na abertura na porta, ocasião em que o refém conseguiu se desvencilhar e fugir.

 O autor após se desprender da porta, continuou sua fuga, abordando um rapaz que estava em uma motocicleta Pop, obrigando-o a conduzi-lo sentido a Imperatriz-MA. No percurso, na saída da cidade, em frente ao cemitério local, o mesmo foi perseguido pela Guarnição da Polícia Militar, preso e conduzido a Central de Flagrantes de Augustinópolis onde foi autuado na forma da Lei.

De acordo com o Delegado Hélio, Rafael estava na residência de sua ex-esposa onde também se encontrava o pedreiro Audemir, o qual estaria realizando uma reforma no local. Em determinado momento, o autor, sem motivo aparente, jogou um prato de refeição em direção da ex-companheira, sacou uma pistola e efetuou um disparo que atingiu o braço do pedreiro. Em seguida, Rafael saiu da casa e disparou várias vezes em direção da mulher que fugiu correndo do local e não foi alvejada. O autuado então voltou para o interior da residência onde atirou várias vezes na cabeça e as costelas da vítima, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

 Quando foi abordado, o indivíduo portava um tablete pequeno de cocaína, além de 01 pistola, Taurus 24/7, calibre .40, 03 carregadores e 29 munições para a arma. Ele também se apresentou como sendo Antônio Rafael Silva de Oliveira, inclusive, fornecendo um documento de identidade com esse nome.

No entanto, quando chegou a Delegacia, os investigadores da PC efetuaram uma rápida busca e descobriram que ele, na verdade, se chama Rafael S. P. e é foragido da Comarca de São Luís do Maranhão onde possui mandado de prisão em aberto pelos crimes de roubo e formação de quadrilha, tendo inclusive, cumprido pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

No entanto, quando se encontrava no regime semi-aberto, Rafael fugiu passando a viver em Araguatins. Ele responde a uma ação penal no Estado de Goiás pelo crime de formação de quadrilha e, após os procedimentos cabíveis, foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins onde permanece a disposição do Poder Judiciário. (Ascom SSP)