Polí­tica

Foto: Divulgação

O governador eleito Marcelo Miranda (PMDB) afirmou ao Conexão Tocantins nesta sexta-feira, 24, que é extremamente contra os projetos do governador Sandoval Cardoso (SD) que prevê equipe de segurança para ex-governadores e indenização para servidores que ocupem cargos de confiança. “Eu  sou literalmente contra esse projeto de benefício aos ex-governadores. porque fazer questão de isso agora? É uma exposição aos ex-governadores”, disse.

Marcelo chegou a pedir que os deputados não aprovem os projetos. “Peço a Assembleia que reflita na questão desse projeto porque temos outras demandas em vários setores do Estado mais urgentes”, disse.

Miranda comentou ainda sobre a aprovação do orçamento impositivo para que as emendas parlamentares sejam pagas independente de partidos ou posições políticas. “Foi uma decisão do parlamento e não vejo isso como negativo. Vamos trabalhar para beneficiar os municípios do Estado”, frisou.

Às vésperas da eleição presidencial Marcelo diz estar confiante na vitória de Dilma Rousseff (PT) no segundo turno principalmente no Tocantins. “Estamos trabalhando firme e forte e estou convencido que vamos ser vitoriosos”, disse citando que fez mobilizações no Bico do Papagaio, em Araguaína e Gurupi.

Transição

O governador eleito comentou que já começou os preparativos para a comissão de transição e a partir da próxima segunda-feira, 27, vai intensificar os trabalhos. Questionado se está preocupado com a situação financeira e econômica do Estado tendo em vista inclusive o risco de atraso no pagamento do 13º dos servidores. Marcelo frisou: “Eu entendo que o atual gestor sabe da importância que é o servidor público  torço para que seja tudo saneado para que assumamos o governo com responsabilidade”, disse.