Polí­cia

Foto: Ascom PM

Os policiais militares do serviço operacional do 4º Batalhão da Polícia Militar prenderam em flagrante delito uma quadrilha acusada de praticar vários roubos na cidade de Gurupi. Os integrantes da quadrilha são Bruno M. C., 24 anos, C. J. G. N., 26 anos, Aldayslane J.dos S., 23 anos, Bruno S.G., 18 anos e Juliete A. de S., 24 anos. 

Em poder do bando foram encontrados 1 veículo VW/Gol branco; 1 motocicleta Honda CG 125 Titan vermelha, ; 1 espingarda calibre 12 cano serrado; 2 pares de tênis; 2 bolas; 1 facão; 4 capacetes; 3 aparelhos celulares; R$ 140,00 reais em dinheiro; 1 pen drive; ' relógio; 1 cartão de crédito da Caixa Econômica Federal em nome de Nery Severiano da Silva; 1 placa de veículo; 1 caixa de hóstias, além de outros objetos. 

O desvendamento da quadrilha e consequente prisão de parte dos integrantes aconteceu em virtude de um acidente de trânsito envolvendo o veículo utilizado pelo grupo durante furto na loja Kazzu Azze, na madrugada de sexta-feira (24), além da suspeita da participação dos mesmos em outros roubos. 

Na ocasião, o condutor do veículo, Charles D. G., confessou à PM a sua participação no crime e disse que havia alugado o veículo da pessoa de Tiago, o qual foi encontrado em uma residência localizada no setor Jardim dos Buritis, região oeste de Gurupi. 

Ao perceber a presença dos militares, Tiago saiu pelo telhado da casa e fugiu pulando muros das casas vizinhas, permanecendo somente uma mulher no local. Em sua residência a PM encontrou a arma de fogo e vários objetos que haviam sido subtraídos da loja Kazzu Azze. Ainda durante a operação a PM localizou e prendeu em flagrante os demais suspeitos de participação em roubos e furtos em Gurupi. Em seguida foram todos conduzidos e apresentados juntamente com a arma, os veículos e os objetos apreendidos, na Delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências. 

Na Delegacia, Bruno M. e Bruno S. confessaram ter praticado vários roubos juntamente com o foragido Tiago. Ele disse que os dois alugaram o VW/Gol para as práticas delituosas. Ambos foram reconhecidos pela vítimas como sendo os autores de roubos de aparelhos celulares. (Ascom PM)

Por: Redação

Tags: Gurupi, Polícia, Polícia Militar