Campo

Foto: Márcio Vieira

Com o incentivo do Governo Estado e as características privilegiadas para o desenvolvimento da pecuária, o Tocantins registra crescimento no rebanho bovino e bubalino. As ações de melhoramento da sanidade animal realizadas pela Agência de Desenvolvimento Agropecuário (Adapec) e pelos proprietários contribuem para que o rebanho tocantinense ultrapasse a marca de oito milhões de animais e alcance a 11ª posição no ranking nacional.

Segundo o inspetor agropecuário da Adapec, Luis Otávio Vitorino, as ações para melhoramento da sanidade do rebanho têm feito com que o Estado ganhe mercados, possibilitando a exportação da carne. “Com estes investimentos, conseguimos ganhar mercados, favorecendo que empresas invistam aqui no Estado para pegar o mercado da carne, através de frigoríficos e matadouros. Hoje, temos uma grande produção de carne - tanto bovina como também de aves - para a exportação”, exemplificou.

O Estado, que já está livre da Febre Aftosa, realiza agora também um inquérito sorológico da Brucelose e da Tuberculose no rebanho para mostrar que não há casos destas doenças e conseguir atingir um mercado ainda maior para a exportação. Segundo a Agência, a exportação da carne bovina alcançou mais de US$ 200 milhões em 2013, um aumento de 26% comparado com 2012.

Luis Otávio explicou que, através destes exames, é possível pensar em novas políticas para garantir cada vez mais a saúde dos animais e destacou outras ações do governo com este objetivo. “Há um controle rigoroso dos animais de fora, que vêm de estados que ainda não são livres destas doenças. Agimos proibindo que animais possam trazer essa doença e no cuidado com o nosso rebanho”, disse.

Febre Aftosa

O governo do Estado, por meio da Adapec, alerta os produtores rurais sobre a importância da segunda etapa da vacinação contra a Febre Aftosa, que acontece no Tocantins entre os dias 1º e 30 de novembro. A expectativa é imunizar mais de 4,5 milhões de animais e manter a boa média do índice de cobertura vacinal, que chegou a 99,03% em 2013. (ATN)

Por: Redação

Tags: Adaepc, Luis Otávio Vitorino