Polí­cia

Foto: Divulgação

M. S. O., 30 anos, foi presa na última quarta-feira, 05 pela Polícia Rodoviária Federal durante fiscalização a um ônibus da linha estadual (Palmas a Araguaína). Os agentes da PRF, após busca no interior do veículo, localizaram embaixo da poltrona da passageira um pacote envolvido em uma jaqueta contendo 2,150 kgs de cocaína. 

Durante entrevista, a passageira informou que recebeu a droga em Gurupi por um homem desconhecido e que seria entregue em Araguaína a outra pessoa que deveria procurá-la. A mulher que saiu de Gurupi, deslocou a Palmas de onde embarcou para a cidade de Araguaína.

Na segunda-feira, 3, também na Unidade da PRF em Araguaína, durante abordagem de rotina, foi parado um veículo da marca GM modelo Cruze, ano de fabricação 2014, placas de Minas Gerais. Ao ser solicitada a documentação pessoal e do veículo, a condutora, A. R. M., de 30 anos, apresentou uma CNH falsificada (estava em nome de outra pessoa) e o documento do veículo com fortes indícios de falsificação. 

CNH falsificada

Após fiscalização no veículo, foi constatado que os principais elementos identificadores do veículo apresentavam indícios de adulteração. Agentes da PRF fizeram contato com a proprietária do veículo original em Minas Gerais, sendo informado que o seu carro encontrava-se em sua garagem, momento em que foi orientada a registrar uma ocorrência policial.

Após pesquisas e levantamentos, os policiais identificaram a verdadeira identidade da condutora, quando descobriram que a mesma já tinha passagem pela polícia por receptação.

As duas ocorrências foram apresentadas na Delegacia de Polícia Federal na cidade de Araguaína/TO. (Ascom PRF)