Geral

Foto: Divulgação

Na manhã da última terça-feira (25), a Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota em Araguaína realizou casamento coletivo com cinco casais em cerimônia realizada por um juiz. O local foi todo decorado com arranjos de flores além do tradicional tapete vermelho. Familiares dos reeducandos puderam acompanhar a cerimônia do começo ao fim e participar de uma pequena comemoração com salgadinhos.

Depois do casamento e da comemoração, os casais tiveram direito a uma tarde de núpcias em uma cela privada reservada para visitas íntimas. O casamento sempre foi uma solicitação dos reeducandos e é mais uma das ações concedidas àqueles que possuem histórico de bom comportamento, a exemplo ainda de cursos variados e o cultivo de uma horta.

A meta do casamento é atingir casais que possuam união estável com o(a) parceiro(a), mas não tem como formalizar o casamento civil, e que queiram uma cerimônia característica. A Umanizzare acredita que boas condições físicas e atividades que ofereçam maior possibilidade de reintegração à sociedade sejam fatores importantes para a conclusão do processo de reabilitação e por isso segue investindo em ações e projetos para atender bem, tanto aos detentos quanto aos familiares. (Da assessoria)

Por: Redação

Tags: Araguaina, Barra da Grota