Saúde

Foto: Imagem ilustrativa/da web

No dia 6 de dezembro, serviços de vigilância em todo o Estado estão engajados para realizar o Dia D de Mobilização de Mobilização contra a Dengue e Chikungunya. A mobilização coordenada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesau) irá ocorrer em todos os municípios do Estado com o intuito de remover todos os possíveis criadouros do vetor transmissor da dengue e da febre Chikungunya, que são transmitidas por mosquitos do gênero Aedes, muito comum no Tocantins.

"Para impedir o ciclo de reprodução do mosquito, basta fazer uma vistoria semanal de dez minutos no seu imóvel, retirando qualquer possível ponto de acúmulo de água parada", orienta a responsável técnica da Dengue e Febre Amarela do Estado, Christiane Bueno. Segundo Christiane, até novembro de 2014, foram notificados 9.378 casos suspeitos de dengue em todo Estado.

Sobre a Febre Chikungunya, até o momento, não há nenhum caso registrado da mesma no Tocantins. No entanto, Christiane alerta para a necessidade de se evitar criadouros do mosquito em decorrência da confirmação de casos em estados vizinhos ao Tocantins.

Focos

Investigações em campo mostram que 60% dos criadouros do Aedes são encontrados em residências, especialmente em vasos/frascos com água, prato, pingadeiras, recipientes de degelo de refrigeradores, bebedouros e pequenas fontes ornamentais e nos entulhos e lixo, em geral. "A prevenção de ambas as doenças só é possível evitando-se criadouros do mosquito vetor", alerta a diretora de Vigilância em Saúde, Ruth Bernardes.

Febre Chikungunya

Doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV). Os principais sintomas são febre alta de início repentino, dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Podendo ser confundido com a dengue.

Ainda de acordo com a diretora, a ocorrência dos sintomas, o paciente deve buscar imediatamente um serviço de saúde e relatar a possível locomoção por regiões onde possam haver transmissão da doença, que só é transmitida através do mosquito. (Ascom Sesau)