Saúde

Foto: Divulgação

A Campanha Nacional de Vacina contra Poliomielite e Sarampo foi prorrogada pelo Ministério da Saúde até dia 31 de dezembro com intuito de imunizar as crianças e manter o País livre da poliomielite e da disseminação dos casos de sarampo.

Até o momento em Palmas foram vacinadas 13.072 crianças contra sarampo, o que corresponde a apenas 75,76% da meta a ser atingida. Contra poliomielite 14.778 foram vacinadas, o equivalente a 75,35% da meta estipulada.

Estratégias

Devido à falta de atenção dos pais em levaram seus filhos para receber a dose, a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) está montando estratégias para que essas crianças possam vir a receber a vacina.

"Os enfermeiros estão sendo orientados a fazer uma busca, juntamente com os agentes de saúde para localizar crianças que ainda não receberam as doses da vacina, para que assim elas possam ser imunizadas", afirma a Coordenadora da Central Municipal de Vacina, Elaine Dias.

Elaine lembra que a Semus disponibiliza 30 salas de vacina nas Unidades de Saúde da Família (USFs) em Palmas que atendem durante todo o dia de segunda a sexta. "E também tem equipes para realizar a vacinação nas crianças na Zona Rural", completa.

Para realizar o procedimento basta ir à uma USF com o Cartão de Vacinação em mãos. A vacina contra poliomielite (paralisia infantil) está disponível para crianças a partir de seis meses até menores de cinco anos. Já o sarampo, a faixa etária é de um ano até menores de cinco anos. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Elaine Dias, Ministério da Saúde