Estado

Foto: Imagem ilustrativa/ Da Web

Nesta semana, a Caixa Econômica Federal, a Companhia de Saneamento do Tocantins (Foz Saneatins), o Governo do Estado e o Município de Colinas assinaram contrato de financiamento que garante valor total de R$ 13.304.088,74 para ampliação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário do município de Colinas. Serão diretamente beneficiados os bairros Jardim Campo Clube, Doirado, Centro, Alvorada, Novo Horizonte e Bairro Novo Planalto.

A assinatura do contrato viabiliza investimentos no valor de R$ 2.519.480,00 referente à modalidade de abastecimento de água e R$ 10.784.608,74  voltados à melhoria e ampliação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário do município de Colinas do Tocantins. O investimento prevê que o índice de cobertura de esgoto tratado da cidade alcance a marca de 60 %.

Com recursos do FGTS e contrapartida da Saneatins, tendo a Caixa Econômica Federal como agente financiador, o contrato segue as regras do Programa Saneamento para Todos, na modalidade de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário. O Programa tem como objetivo implementar ações destinadas à redução dos déficits nos serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário, Desenvolvimento Institucional, Manejo de Resíduos Sólidos, Manejo de Resíduos da Construção e Demolição e Estudos e Projetos visando a melhoria das condições de saúde e da qualidade de vida da população por meio de ações de saneamento básico no âmbito urbano, integradas e articuladas com outras políticas setoriais.

O prefeito José Santana Neto destacou a importância dos investimentos no município. “Assinamos o contrato com a Caixa Econômica no valor de treze milhões com o objetivo de fazer rede de esgotamento sanitário para os bairros Doirado, Centro, Jardim Campo Clube, Novo Horizonte, Alvorada e Bairro Novo Planalto. Esses setores receberão rede de esgotamento através deste contrato de financiamento e também serão contemplados com o aprimoramento do abastecimento de água, para impedir o rompimento de redes que foram construídas há décadas atrás, e que acaba trazendo o prejuízo de estragos na pavimentação asfáltica. Nossa intenção é estender esse beneficio aos setores Sul, São João, Araguaia 1, Araguaia 2, Setor Oeste, Santa Rosa e Santa Maria que já estão com projetos prontos e que esperamos que sejam aprovados pois são investimentos que trarão melhoria na qualidade de vida da população”.