Meio Ambiente

Foto: Josy Karla O trabalho em conjunto deve resultar em benefícios para o turismo e em melhorias para a população O trabalho em conjunto deve resultar em benefícios para o turismo e em melhorias para a população

Com o objetivo de promover o turismo sustentável e dar mais fluidez aos projetos a serem desenvolvidos nos Parques Estaduais do Jalapão e do Cantão, o Governo do Tocantins estreitou as relações entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). O trabalho em conjunto desses órgãos deve resultar em benefícios para o turismo e em melhorias para a população destas regiões.

Para o secretário Eudoro Pedroza, é necessário que se promova o turismo de forma sustentável. “Não adianta querermos correr atrás de buscar desenvolvimento se não tivermos respeito com a natureza. Que se construam as estradas, que se construa a infraestrutura e que se asfalte o acesso, mas é preciso que seja feito de forma definitiva e ordenada, até para se combater os incêndios que destroem nossos parques estaduais”, considerou.

Para Pedroza, através do trabalho em conjunto é possível fazer com que os projetos de desenvolvimento turístico nestas áreas de preservação de fato aconteçam. “Muitas vezes, por falta de entendimento e por falta de normas adequadas, acaba nada acontecendo. Com essa parceria, é mais fácil que consigamos alcançar o objetivo, que é gerar emprego e renda para pessoas que vivem, hoje, de forma isolada”, analisou.

Como o turismo no Tocantins está amplamente ligado ao meio ambiente, o presidente do Naturatins, Ricardo Fava, acredita que esta seja uma parceria muito viável. “Quem detém a gestão das unidades de conservação é o Naturatins e, dessa forma, temos que estar integrados ao projeto para que seja discutida a forma mais viável de se implantar atividades econômicas no entorno e dentro das unidades de conservação”, afirmou.

Fava destacou que o envolvimento dos órgãos de preservação nos projetos de desenvolvimento turístico desde o inicio agiliza a execução destes. “Vamos trabalhar orientando, dando diretrizes e alertando sobre os cuidados que o projeto tem que ter com relação à questão ambiental. Definindo as atividades e projetos em conjunto com um órgão ambiental é muito mais rápido. Assim podemos fazer as coisas fluírem com mais facilidade e, principalmente, trazer benefícios para a comunidade, que é o que interessa a todos”, comentou.

Projetos

Segundo Eudoro Pedroza, estão sendo estudados os projetos para a melhoria da infraestrutura de acesso ao Jalapão, facilitando a chegada de turistas aos atrativos do Parque e diminuindo os custos com transporte. Já no Cantão, os projetos são voltados para desenvolver ainda mais atividades ligadas à pesca esportiva. “Na minha visão, temos que transformar os pescadores em 'fazendeiros de peixe' e atrair ainda mais turistas para o Rio Araguaia. Temos que desenvolver essa área fantástica do turismo que é o pesque e solte”, destacou.