Estado

Foto: Divulgação

A greve dos vigilantes no Estado do Tocantins que teve início no dia 15 de janeiro foi encerrada nesta quinta-feira, 22. A categoria se reuniu ontem no Ministério Público do Trabalho com o Sindicato das Empresas de Segurança Privada, de Transporte de Valores, de Curso de Formação e de Segurança Eletrônica do Estado (Sindesp), representado pelo vice-presidente Joseph Madeira e decidiu aceitar a proposta apresentada pelos patrões.

Na proposta aceita pelos vigilantes consta o aumento do ticket alimentação em 2015 de R$ 13,50 para R$ 17; e em 2016 de R$ 17 para R$ 19. A categoria também conseguiu a implantação do plano de saúde, odontológico e o reajuste salarial em INPC mais 1,5% de ganho real em 2015 e 2% em 2016.

Os vigilantes retornam normalmente ao trabalho nesta sexta-feira, 23, e segundo informou ao Conexão Tocantins o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Vigilância no Estado do Tocantins (Sintvisto), Antônio Gonçalves, a nova proposta atendeu os anseios da categoria. “A categoria por mais que seja pequena no nosso Estado é uma categoria que mostrou que é unida, que está junto, que está disposta [...] A categoria sai de cabeça erguida, hoje está todo mundo nos seus postos de trabalho trabalhando mas com o rosto brilhando de alegria porque foram pra luta e saem vitoriosos”, disse.