Polí­tica

Foto: Divulgação

O Paço municipal começa a construir uma base política de apoio para a possível reeleição do prefeito Carlos Amastha (PP). Depois da ida do PSB , através da nomeação do presidente municipal Alan Barbiero, para a base, outra sinalização mostra a articulação : a nomeação do secretário de Infraestrutura, Marcílio Ávila para presidir o PSDB da capital.

Ávila foi nomeado por Ataídes que está cada vez mais perto da gestão municipal após um processo político sem êxito nas eleições de 2014. Em entrevista ao Conexão Tocantins nesta terça-feira, 27, ele disse que está aguardando apenas o senador marcar a data para assumir o partido.

Ele ressaltou que partidariamente o PSDB e a gestão do prefeito não estão alinhados em razão do apoio ao governo federal. “Partidariamente não estamos aliados, o prefeito apóia o governo federal  e nós somos oposição mas minha maior meta é fortalecer o partido”, frisou.

Sobre a eleição de 2016 o secretário afirmou que um apoio à possível reeleição de Amastha depende da coligação que o partido fará. “ Isso depende da coligação que o partido fará, o prefeito me pediu para não misturar gestão com política”, disse.

Marcílio descartou ter pretensões à Câmara da capital nas próximas eleições.