Estado

Foto: Imagem ilustrativa/ Da Web

A Agência de Defesa e Proteção Social realiza nesta quinta-feira, 29, em Palmas, através de sua Diretoria de Direitos Humanos, o primeiro encontro em 2015 dos representantes dos órgãos e entidades federais, estaduais, municipais e da sociedade civil que compõem a Coetrae – Comissão Estadual de Combate ao Trabalho Escravo. O objetivo da reunião é dar início à pauta de ações que deverão ser efetivadas em 2015 em todo o Tocantins visando a coerção e erradicação do trabalho análogo à escravidão, bem como a conscientização da sociedade sobre o tema.

Fazem parte da Coetrae representantes da Agência de Defesa e Proteção Social, secretarias de Estado da Agricultura, Educação, Juventude e Esportes, Segurança Pública, e Trabalho e Assistência Social; Defensoria Pública e Instituto de Terra do Tocantins (Itertins); Advocacia Geral da União, Federação da Agricultura do Estado do Tocantins (Faet), Federação dos Trabalhadores na agricultura do Tocantins (Fetaet), Odem dos Advogados do Brasil (OAB-TO), Procuradoria da República, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Tribunal Regional do Trabalho e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A reunião está marcada para as 14h30 desta quinta-feira, 29, no auditório da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.