Polí­cia

Segundo a Polícia Militar, o lavrador João Luis Alves dos Santos, de 54 anos, foi assassinado com dois tiros de arma de fogo na noite do último domingo, 1° de janeiro, por volta das 22 horas na fazenda Atoleiro em Axixá onde trabalhava como auxiliar de serviços gerais. 

A Polícia Militar tomou conhecimento via celular da viatura em que o proprietário da fazenda solicitava a presença da PM, pois segundo ele, havia ocorrido um homicídio em sua terra. Ele informou ainda que momento antes, a vítima esteve na sede da fazenda acompanhado do vaqueiro, R.C.A de 23 anos, ambos funcionários da respectiva fazenda.

Ainda segundo o solicitante, após se retirar da propriedade com destino a outra fazenda localizada nas proximidades e retornando em seguida, deparou com a vítima deitado de bruços sem aparente sinais de vida e com uma espingarda sobre as costas.

A PM acionou a perícia e em diligência fez o recolhimento de duas armas de fogo (espingarda bate bucha) sendo que uma foi encontrada em cima do corpo da vítima e a outra de propriedade do vaqueiro, que por ter sido a última pessoa a estar com o lavrador, foi por medida de segurança detido pela PM e conduzido até a Delegacia de Polícia de Augustinópolis-TO, onde foi apresentado ao agente de plantão para os procedimentos de investigação.

O corpo do lavrador foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Augustinopolis–TO. As armas apreendidas foram levadas pela perícia para análise e conclusão.

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Militar