Polí­cia

Foto: Reprodução/ Facebook

João Sérgio Kenupp é o delegado responsável pelo caso da professora Heidy Ayres Leite Moreira que foi encontrada morta há quase dois meses. Segundo o delegado informou em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 03, o marido da vítima, Alan Moreira Borges, foi intimado para prestar depoimento na próxima quinta-feira, 05.

Kenupp afirmou que o resultado dos exames ainda não chegaram. A professora foi encontrada morta com perfurações pelo corpo em sua residência. O corpo da professora teve que ser exumado para colhimento de amostras dos dedos das mãos e do estômago. Segundo o laudo da perícia, Heidy apresentava marcas de quatro facadas, sendo uma na região cervical (pescoço), duas na caixa torácica anterior e uma na região dorsal.

Taxista Alan

João Sérgio Kenupp também é o responsável pelo caso do taxista Alan Kardec de Oliveira, 41 anos de idade. Segundo informou ao Conexão Tocantins, a família da vítima já foi ouvida mas não há maiores esclarecimentos ou novidade no caso.

O taxista foi assassinado na porta de casa, na Quadra 106 Norte, enquanto trocava o pneu do carro para poder ir ao trabalho. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, o filho do taxista de apenas 8 anos de idade estava no local e teria sido a testemunha do crime.